Cultura

Cultura

Associação de Dança do Acre abre festival nesta sexta em Rio Branco

“Quando uma técnica artística não tem um sentido utilitário, se não me amadurece, nem me faz crescer, se não me livra de todos os falsos conceitos que me são jogados desde a infância, se não facilita meu caminho em direção ao autoconhecimento – então não faço arte, mas apenas um arremedo de arte.”

A filosofia do coreógrafo e bailarino Klauss Viana, mineiro de Belo Horizonte e dono da frase acima, ressignifica o papel social do Festival de Dança de Rio Branco, que é dedicado às realidades que coexistem na capital. A abertura da terceira edição acontece nesta sexta (2), às 19h, no Teatro Maués Melo.

O tema deste ano é uma alegoria sobre o poder do corpo na expressão do resistir, agindo como quem diz que é urgente florescer mesmo diante do caos de um país desigual. O projeto se estabelece em regiões marginalizadas para promover inclusão de jovens e adultos, tanto que já alcançou mais de 5 mil pessoas desde a criação, em 2017.

“A proposta é democratizar o movimento de dança e torná-lo acessível a todos, do religioso à população LGBT, além de revelar talentos e conectar as comunidades que sediam etapas classificatórias”, explica Regina Maciel, coordenadora.

As três primeiras ocorrem de setembro a outubro nos bairros João Eduardo, Cidade do Povo e Cidade Nova. A semifinal e a grande final encerram a programação no Cine Teatro Recreio, na Gameleira, agendadas para os meses de novembro e dezembro, respectivamente.

WhatsApp_Image_2019-08-01_at_09.49.00_1.jpeg

Quero dançar

O dia de abertura do evento também marca o início do período de adesão dos concorrentes, que dura pouco mais de um mês. De acordo com o edital no BLOG do Movimento de Dança do Acre (Moda), o prazo se encerra em 9 de setembro.

Até lá, os candidatos podem se inscrever nas categorias de solo, dupla, grupo, performance e circense. As modalidades incluem contemporânea e moderna, urbana, popular, jazz, balé e outros estilos.

O festival é organizado pela Associação de Dança do Acre (Asdac), com recursos da prefeitura e do Fundo Municipal de Cultura (FMC) da Fundação Garibaldi Brasil (FGB).


gow banner p20