Cultura

Cultura

Roberta Marisa expõe “Rios Invisíveis” no Sesc Centro

A publicitária e artista plástica Roberta Marisa inaugura sua exposição de aquarelas “Rios Invisíveis” no próximo dia 1º de agosto,

na galeria do Sesc do centro de Rio Branco. A mostra integra a programação do Calenarte e segue até o dia 26 com entrada gratuita, sempre no horário comercial (8h às 12h e das 14h às 17h) e visitas noturnas mediante agendamento prévio.

“Rios Invisíveis” é um conjunto de aquarelas feitas por Roberta como uma narrativa de suas impressões visuais sobre os rios e as florestas do Acre. A galeria está sendo montada com iluminação e sonoplastia que remetem à sensações sobre a cidade e a floresta.

A inspiração para as pinturas veio durante uma dupla viagem que a artista realizou na Comunidade do rio Croa, em Cruzeiro do Sul. Hospedada na Pousada Janaína, Roberta Marisa e um grupo de amigos mergulharam em uma roda de cura com a ayahuasca. Foi numa virada de ano. E a artista mirou a exposição.

“A exposição de arte faz convite ao público para um mergulho nas águas escuras e misteriosas da Amazônia, tranquilas à superfície e desassossegadas em suas profundezas. Uma iniciativa voltada ao fortalecimento do protagonismo da nossa essência cultural, valorizando a força feminina, à luz dos fatos enraizados em sua ligação íntima com a natureza”, argumenta Roberta.

De acordo com a autora, “Rios Invisíveis” apresenta uma narrativa ambientada em um contexto sócio-histórico, pondo sob um olhar artístico o Rio Acre (influência sobre nossa vida, memória afetiva e nossa responsabilidade mediante o caos ambiental que geramos); Rio Croa (respeito às nossas origens, importância da preservação do meio ambiente, encantamento e miração); e os Rios Invisíveis (rios que percorrem os céus da Amazônia, fenômenos e mistérios sobre as nossas cabeças).

A autora

Acreana, Roberta Marisa é comunicadora e ilustradora. Aos 29 anos, é criativa à frente do Studio Papoula e está conduzindo seu próprio negócio através do empreendedorismo criativo, com um projeto de arte itinerante em uma Kombi 90`s. Em 2015 ilustrou um livro de contos em aquarela, publicado pela editora iNOVA, Loucuras e Devaneios, de Rachel Moreira.

Em 2016, a convite do Porto Velho Shopping, fez sua primeira exposição de aquarelas em Rondônia. Na sua cidade natal, Rio Branco, apresentou trabalhos compactos em espaços comerciais, como cafés e restaurantes. Passado uma temporada em Curitiba-PR, em junho de 2018, antes de retornar ao Acre, lançou “Espinhos do Amor” uma exposição que orientou sua identidade como artista, expressando de forma emocional a dor de um findo relacionamento. Seus trabalhos se identificam pelas histórias que revela em suas obras. Rios Invisíveis é a sua primeira exposição individual pelo Sesc que propõe com simplicidade mergulhar nos rios que se escondem e fluem para descobrir-se a si próprio.


gow banner p20