Cultura

Cultura

Prefeita prestigia abertura de Encontro Internacional dos Grafiteiros

“A partir de hoje, Rio Branco é a cidade do Graffiti”, disse a prefeita Socorro Neri, durante a abertura do Encontro Internacional

dos Grafiteiros, o RB Graffiti, realizada na manhã desta sexta-feira, 12, no Memorial dos Autonomistas.

A terceira edição do evento, promovido pelo grupo Aquiry Crew, com apoio da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil, e demais instituições públicas e privadas, segue até o dia 21 de julho, impulsionando uma grande efervescência entre as culturas urbanas da capital.

Mais de cem artistas, entre grafiteiros e rappers locais, nacionais e internacionais, participam da atividade, fazendo uma intervenção em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, num conjunto de ações que unem grafite, música, dança, poesia, cultura de paz e consciência ambiental.

Durante a solenidade, a prefeita reafirmou seu compromisso e respeito com as artes urbanas, e ganhou do movimento uma lata de tinta em spray personalizada com seu nome.

“Temos aqui visitantes de vários estados brasileiros e de outros países. Gente de boa qualidade que vai contribuir com essa cultura, fazendo intercâmbio com os grafiteiros locais, de modo que deixarão nossa cidade mais bonita e colorida. Nos próximos dias, vamos respirar esse movimento que é de resistência, que prega a paz e a equidade de gênero”, destacou Socorro Neri.

Nos próximos dias, o evento segue com uma programação que terá como foco principal uma das regiões mais carentes de Rio Branco: o morro do Preventório. Lá, além das intervenções de grafite, terá plantio de mudas, oficinas e apresentações culturais, entre outros. As artes serão feitas pelos artistas no reservatório de água do bairro, casas dos moradores e no muro da escola Heloísa Mourão Marques.

“O RB Graffiti é um festival de trocas humanas, de criação artística e de conscientização social. É um evento que reúne diversos movimentos e permite que a sociedade conheça melhor o universo do grafite e outras linguagens das culturas urbanas como o Slam, que é um campeonato de poemas falados, as batalhas de break, os DJs, as batalhas de rimas, entre outros. Tudo isso é vivo no Acre, e o RB acaba funcionando como um grande catalizador dessas iniciativas”, afirma Matias Souza, um dos organizadores do evento.

Outra novidade da edição é o lançamento do livro-álbum Graffiti RB, que traz um mapeamento e história das artes pelas ruas da capital acreana. A equipe responsável pela obra é o historiador Marcos Vinicius Neves, a fotógrafa Talita Oliveira, a pesquisadora histórica Diana Dantas, e a designer gráfica Marina Bylaardt.

Equidade de gênero

A seleção dos artistas que grafitam durante o evento deste ano contou com um critério inovador: metade das vagas foram destinadas exclusivamente a mulheres. Para Esther Silva, uma das organizadoras, a inovação vai permitir a revelação de muitas grafiteiras, e o reconhecimento de outras que já desenvolvem um trabalho consistente.

“A igualdade do número de vagas traz condições e visibilidade para as mulheres grafiteiras, o que até então não acontecia em outros eventos. Além disso, vamos oferecer auxilio às grafiteiras que são mães, para que esta condição não as impeçam de participar do festival.”, enfatizou Esther.

RB Fest – A festa oficial do RB Graffiti 2019

Ponto alto da programação do RB Graffiti, a RB Fest será no domingo, 14, no espaço cultural Massemba (Avenida Norte, 860 – Tucumã), com vários shows de artistas locais, e uma atração nacional: MC Marechal.

O rapper carioca que influenciou o movimento de poesia de rua no Brasil vem pela primeira vez a Rio Branco, e traz um show de resistência e crítica social, encerrando a etapa Rio Branco do evento. De 16 a 21 de julho, o festival segue para Cruzeiro do Sul. A programação completa pode ser acessada pelo perfil do Instagram: @rb_graffiti.

Articulação e parcerias

A Aquiri Crew conseguiu reunir uma gama de parceiros da iniciativa privada e pública para a realização desta edição do RB Graffiti. Entre outras coisas, o grupo teve projeto aprovado no Edital de Artes do Fundo Municipal de Cultura, da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil. Além disso, a gestão municipal também apoiou com recursos e produção.

“As artes visuais urbanas estão se inserindo no contexto cultural da cidade Rio Branco ao longo dos últimos anos, e nós, como gestão, temos o dever de fomentar este tipo de iniciativa plural, jovem e de um impacto tão positivo para a sociedade”, afirmou Erick Caniso, presidente em exercício da Garibaldi Brasil.

O RB Grafitti 2019 também contou com apoio do Governo do Estado do Acre, através da Fundação Elias Mansour, Prefeitura de Cruzeiro do Sul, Spray Paris 68, Mega Tintas, Papelaria Globo, Casa Urbana, Trz Graffiti Shop, Estudio Fred Tattoo, Tag Urban Shop, UFAC, Nature Bar, Deputados Daniel Zen, Edvaldo Magalhães, vereadores Rodrigo Forneck e Artêmio, Espaço Massemba, Artêmio, Caldeirão das Tintas, Plotter Comunicação, Center Outdoor, Bicho do Mato, Coletivo Decor, Comitê Chico Mendes, Bar Jah, CEAH2, BDP, BDR, Cabocolocko, Amazônia Palace Hotel, Miragina e Impulse Comunicação Criativa.

Assessoria PMRB


gow banner p20