Cidade

Cidade

Campanha de incentivo ao aleitamento materno encerra hoje, no Horto Florestal

Com o encerramento do mês de agosto, chega ao fim também a campanha que incentiva e valoriza ações de apoio à amamentação

, intitulada Agosto Dourado. O encerramento das atividades do mês de promoção ao aleitamento materno acontece nesta sexta-feira, 30, no Horto Florestal, em Rio Branco.

No Acre, a campanha que tem como lema Amamentação Vale Ouro é realizada pelo Comitê Estadual de Aleitamento Materno, por meio da coordenação do Banco de Leite, com apoio do Departamento de Atenção Primária, Políticas e Programas Estratégicos (Dape), da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), que desenvolve em parceria com maternidades e unidades de saúde do estado e município, várias atividades sociais para maior consciência de papais e mamães, quanto a importância do leite materno na alimentação dos primeiros anos de vida dos bebês.

“Agosto Dourado é uma programação de muita importância no Acre. Hoje podemos comemorar muitos avanços e conquistas ao longo desses anos, graças à equipe que se dedicou para que o aleitamento materno se tornasse uma realidade dentro das unidades de saúde. Trabalho esse, graças a esses profissionais, que a maternidade se tornou um Hospital Amigo da Criança, e continua até hoje com muito esforço e dedicação mantendo esse título”, destaca o coordenador do Banco de Leite, Hélio Pinto de Souza.

Previsto para iniciar às 8h30, o encerramento do Agosto Dourado vai contar com a presença de grupos de unidades da Saúde da Família, mães que estarão promovendo a amamentação no local, e profissionais da Maternidade Bárbara Heliodora, Santa Juliana, Comitê Estadual de Aleitamento Materno e parceiros da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o leite materno protege mais que vacinas e saneamento básico. Um dado que demonstra o quanto é importante o aleitamento materno, é a diminuição em 13% dos óbitos provocados por doenças evitáveis em crianças de até cinco anos que são alimentadas com leite humano.

A OMS recomenda que os bebês sejam alimentados exclusivamente com leite materno até os 6 meses. A organização traçou como meta, para 2025, aumentar em pelo menos 50% a taxa de aleitamento materno exclusivo até os 6 meses.

Agência Notícias do Acre


gow banner p20