..::data e hora::.. 00:00:00

Geral

Governador do AC usa camisa em favor da vacina contra a Covid-19 e viraliza na web: ‘mimdêqueeutomo’

Hashtag rapidamente subiu no Twitter. Governador deu entrevista ao vivo no JAC1 e viralizou com a camisa de uma fala que disse há dias atrás. ‘Não podemos mais conviver com a perda de pessoas que amamos’, disse

A hashtag #mimdêqueeutomo invadiu as contas no Twitter nesta sexta-feira (8) após o governador do Acre, Gladson Cameli, dar entrevista ao JAC1 usando uma camisa com o dizer: VACINA #MIMDÊQUEEUTOMO.

A frase faz referência a uma fala do governador de dias atrás que criticou quem diz que não vai tomar a vacina por medo. “Se não quiser tomar, não tome. Eu vou tomar. É só isso”. O vídeo já havia viralizado em páginas de humor no estado e a camisa foi dada ao governador pela procuradora-geral do Ministério Público do estado (MP-AC), Kátia Rejane.

Ao vivo, ele usou a camisa para falar sobre a vacinação contra a Covid-19 no estado, alegando que já está em tratativa para quando for liberada o processo de imunização.

“Começamos a campanha que as pessoas têm que se vacinar, nós temos a consciência e estamos fazendo todo o dever que é respeitar os protocolos da Organização Mundial de Saúde, da nossa Anvisa e do Ministério da Saúde, nós precisamos é proteger as pessoas, ninguém vai fazer qualquer ação que vai prejudicar nossa sociedade. O que é de fato de direito eu sozinho não consigo vencer esse mal que é a Covid-19, nós, juntos com Deus e com a população, nessa grande corrente vamos vacinar, vamos nos proteger e vamos vencer. Venha participar dessa campanha e nos ajude a salvar vidas, não podemos mais conviver com a perda de pessoas que amamos. Vamos virar essa página e vamos seguir nossa vida com tranquilidade”, disse.

Logo a imagem dele na entrevista viralizou e muitos brincaram dizendo que queriam adquirir a blusa. Cameli disse que, respeitando os critérios de vacinação, deve começar o processo ainda este mês.

“Recebi uns representantes e iniciamos todas as tratativas para que possa adquirir de forma emergencial de no mínimo 10 mil doses”, disse.

Vacinas

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o pedido de uso emergencial da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, na manhã desta sexta-feira (8). A agência pretende fazer a análise do uso emergencial em até 10 dias.

E a Fiocruz entregou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de uso emergencial da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. O pedido feito é para 2 milhões de doses que devem ser importadas do laboratório Serum, sediado na Índia.

Image
Image

logo news2