Geral

    Parques e distritos industriais seguem em situação de penúria no Acre

    Abandono dos espaços destinados a importantes empresas do Estado demonstra o descaso do poder público e de políticos com o setor produtivo

    Há pelo menos três anos a Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC) tem feito um apelo aos poderes Executivos e aos parlamentares acreanos para que deem um pouco mais de atenção aos parques e distritos industriais do Estado. Esses espaços, onde estão instaladas algumas das mais importantes empresas locais, vivem situação de penúria e completo abandono.

    O cenário é de ruas totalmente esburacadas e tomadas pelo matagal, além da insegurança provocada pela falta de iluminação pública. Segundo o presidente da FIEAC, José Adriano, a preocupação é ainda maior em virtude do período de chuvas.

    “O inverno chegou e os nossos parques e distritos industriais continuam sem receber qualquer reconhecimento por parte das nossas lideranças políticas ou dos poderes Executivos estadual e municipal. Não temos sequer uma emenda alocada para solucionar esses problemas e nenhuma ação de recuperação desses importantes espaços foi executada até hoje”, critica o empresário.

    José Adriano também cobra apoio dos políticos que se dizem favoráveis e parceiros do setor produtivo do Estado. “Além de discursos em defesa da classe empresarial, necessitamos de iniciativas concretas que resultem em investimentos e melhorias na infraestrutura desses espaços. Esse descaso que temos visto prejudica todas as empresas e inúmeros empregos ficam ameaçados”, ressalta o presidente da FIEAC.

    A recuperação e manutenção dos parques e distritos industriais é uma das pautas inseridas na campanha “Reage, Indústria”, lançada em maio de 2019 pela FIEAC, e que visa chamar a atenção das autoridades para as prioridades e necessidades do setor industrial acreano. O projeto realizará diversas ações ao longo deste ano.

    Fotos/Sérgio Vale

    Image
    Image