Geral

    Delegação de Pucalpa participa de encontro com empresários de Cruzeiro do Sul para debater integração com Peru

    A Federação da Indústria do Acre (Fieac), em parceria com o governo do Estado, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), realizou

    na noite de segunda-feira (18) e manhã desta terça-feira(19), no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), o Encontro de Empresários Para o Comércio Exterior.

    No encontro os empresários e autoridades peruanas discutiram propostas da Rede de Negócios Comex e a integração com o Peru, além da proposta de Integração Econômica entre o Acre e o Departamento de Ucayali e ainda uma Mesa Redonda sobre oportunidades de negócios e desafios para a construção da rodovia (carretera) entre Cruzeiro do Sul e Pucalpa.

    O retorno de voos entre os dois países suspensos há cerca de 10 anos deverá a primeira ação da integração entre os dois países pelo Juruá.

    Uma comitiva de autoridades peruanas, liderada pelo vice-governador Regional de Ucayali, Angel Gutierrez Rodriguez percorreu cerca de 3.500 quilômetros de estradas para chegar até Cruzeiro do Sul e participar do encontro, que teve a presença do vice-governador, Major Rocha (PSDB), um dos maiores entusiastas da integração entre Pucalpa e Cruzeiro do Sul junto com o governador Gladson Cameli.

    O presidente da Federação da Indústria do Acre (Fieac), empresário José Adriano, na abertura oficial do evento destacou a participação do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Cruzeiro do Sul (ACECZS), Luiz Antônio Cunha, do prefeito Ilderlei Cordeiro e da deputada estadual Antônia Sales com destaque à delegação peruana entre outras autoridades.

    Na comitiva peruana estavam presentes também o gerente Regional de Ucayali, Vicente Nunes Ramirez, da Secretaria de Integração Ucayali/Acre, o coordenador da Secretaria Técnica de Integração Ucayali/Acre, Augusto Rafael de Los Rios Dantas e do Cônsul do Peru no Acre, Teobaldo Martin.

    O vice-governador, Major Rocha, agradeceu a presença do vice-governador de Ucayali e da delegação peruana, autoridades e empresários que prestigiaram o evento e debates sobre o importante projeto de ligação rodoviária de integração entre Cruzeiro do Sul a Pucalpa que deve iniciar com o retorno dos voos entre os dois países.

    “É uma felicidade participar deste evento e confesso que fiquei surpreso pela presença de tantos empresários o que mostra a vontade de todos por esse sonho antigo de integração rodoviária do povo do Juruá que também é da população de Ucayali”, disse o governador ao anunciar que o objetivo e disposição é de entregar a estrada pronta até a conclusão do mandato.

    IMG-20191119-WA0009_1.jpg

    “Quero fazer um reconhecimento ao governador Gladson Cameli que é um grande parceiro do projeto. Perguntamos: será que essa estrada sairá daqui há 10 anos? Quero, junto com o governador entregar a estrada pronta daqui há três anos. É o desafio porque essa pequena distância atrapalha o desenvolvimento tanto do Acre quanto o de Ucayali”, disse.

    No encontro foi apresentada a proposta de qualificação e divulgação de empresas e produtos acreanos – Rede de Negócios Empresariais Comex, a proposta de integração econômica entre o Estado do Acre e o Departamento de Ucayali/Pucalpa (Peru) e uma Mesa Redonda para discutir oportunidades de negócios e desafios da integração.

    Em sua saudação o vice-governador de Ucayali, Angel Gutierrez Rodriguez, destacou seu contentamento em participar do evento ao ressaltar que a comitiva peruana teve que percorrer 3.500 quilômetros de estradas saindo de Pucalpa para Lima, de Lima para Rio Branco e de Rio Branco até chegar em Cruzeiro do Sul.

    “A distância entre Pucalpa e Cruzeiro do Sul é de apenas 200 quilômetros, mas quase completamos 360 graus para chegar até aqui. Há muito tempo procuramos avançar neste projeto, mas agora, estamos aqui e avalio que avançamos muito no projeto de integração que deverá iniciar com o retorno da ligação aérea, um primeiro passo para favorecer o turismo”, afirma.

    Segundo Angel Gutierrez Rodrigues a ideia é iniciar a integração de imediato por via aérea ao ressaltar que Ucayali é a ponta de lança da economia da Amazônia peruana e pode trazer para Cruzeiro do Sul muitos produtos de qualidade na parte econômica e de alimentação que beneficiarão a população.

    “Somos mais que amigos, somos irmãos. Estou contente de estar aqui e seguro que abrindo a estrada vamos alavancar a economia da região e garantir o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida do povo, além de estreitar conhecimentos culturais e até o aprendizado do castelhano pelos brasileiros e do português pelos peruanos”, disse.

    Ao finalizar Angel Gutierrez destacou a presença de muitos empresários no encontro. “Estamos muito satisfeitos com a receptividade desses irmãos do Acre e Ucayali está de braços abertos para ressarcir esse carinho que estamos recebendo. Nosso objetivo maior é fazer um trabalho integrado com a sociedade”, disse.

    O presidente a Fieac, empresário José Adriano, destacou que o projeto é a construção de uma estrada de 200 quilômetros que vai melhorar a autoestima do empresariado do vale do Juruá e do Acre porque o potencial de produtos nessa região é muito grande e das outras regiões do Estado que poderão se beneficiar com esse investimento.

    “Com a integração inicial por via aérea e depois rodoviária Cruzeiro do Sul pode contribuir muito com o comércio exterior exportando e importando diversos produtos do Peru, que podem melhorar a condição de vida da população pelo potencial que há no mercado peruano. Essa mesma movimentação está sendo feita com os empresários peruanos”, afirma.

    Segundo José Adriano a presença da delegação peruana é um exemplo da convergência de interesses que vai com certeza resultar na concretização do projeto ao ressaltar que a ponte do Rio Madeira, que vai integrar o Acre ao Brasil, faz parte deste conjunto de investimentos, que se torna um grande marco e está no radar de monitoramento da entidade.

    “Neste dia 21 estaremos fazendo uma visita in loco na ponte do Rio Madeira com membros da Fieac e de outros setores empresariais e acadêmicos para verificar a situação atual da execução da ponte que é um sonho de oito anos que será realizado em breve. A ponte está quase com a totalidade da obra pronta faltando apenas detalhes e o aterro das cabeceiras”, disse.

    Ao saudar os presentes a secretaria de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique, destacou ser uma felicidade poder compartilhar o desejo da integração com o Peru pelo vale do Juruá. “! Temos muitos desafios para que a integração aconteça no turismo, no comércio, na exportação e importação, nos transportes aéreos, com possibilidade depois até da implantação de uma ferrovia. O Secretário de Infraestrutura, Tiago Caetano, esteve numa trilha que chegou até a serra do Divisor local onde será construída a estrada”, disse.

    “Com certeza a integração inicia através da ligação aérea entre Cruzeiro do Sul e Pucalpa, que precisará do apoio de órgãos do governo federal para garantir com sua estrutura o acesso de pessoas e mercadorias no Brasil. É preciso, no entanto, ter demanda para que as empresas possam disponibilizar voos para o município.

    foto_willis_1.jpg

    A representante da empresa Peixes da Floresta, advogada Auricélia, que comercializa pirarucu defumado embalado a vácuo, sugeriu que sejam incentivadas rodadas de negócios com investidores anjos para captar aporte de recursos que não sejam do governo para gestão das empresas que precisam de apoio para crescer.

    O presidente do Conselho Municipal de Turismo, empresário Cristiano Falcão, sugeriu que seja realizado pleito junto ao Banco da Amazônia para disponibilizar linha de crédito para financiar investimentos no turismo. “Precisamos de financiamento específico com juros reduzidos e pouca burocracia porque há uma carência de recursos no setor”, disse.

    O representante da Federação do Comércio e da Câmara do Turismo, Egídio, convidou os participantes para o Fórum de Desenvolvimento do Acre, que será realizado em Rio Branco, na Associação dos Municípios do Acre (AMAC), envolvendo representantes de municípios e de órgãos que compõem o trading de desenvolvimento de todo o Estado.

    O jornalista Elson Costa questionou sobre a dificuldade enfrentada na questão do idioma espanhol porque uma pesquisa constatou que taxistas, moto taxistas, funcionários de hotéis, agências de turismo e de outros setores da sociedade não estão preparados e na sua maioria não tem o conhecimento necessário para atender os turistas.

    A deputada estadual Antônia Sales (MDB) deu as boas-vindas aos membros da delegação peruana, em nome do governador Major Rocha e dos representantes dos empresários cruzeirenses que estão unidos e esperançosos na luta pela concretização da integração aérea e rodoviária entre Pucalpa e Cruzeiro do Sul que é um antigo sonho de todos.

    “A vontade de integração está presente desde o tempo de Aluízio Bezerra, mas ficou paralisada por conta dos entraves burocráticos e as questões ambientais. Nossos países estão tão pertos, há apenas 200 quilômetros, mas na mesma hora estão tão longe. Mas, agora, vemos uma vontade e ações que com certeza nesta iniciativa a integração ocorrerá”, disse.

    Antônia Sales destaca ainda que Pucalpa está se desenvolvendo, produzindo e aproveitando suas riquezas com respeito e conciliação com o meio ambiente. “Podemos aprender com os peruanos e eles podem aprender conosco que temos a maior variedade de biodiversidade e riquezas e não precisamos apenas comprar, mas também vender”, afirma.

    A deputada avalia que a rodovia é uma opção mais viável de ser concretizada imediatamente que está ganhando forças depois de uma conferência em Pucalpa, no mês de outubro, momento que foi criado o plano do desafio entre os dois países para que cada um faça sua parte nas demandas para a concretização da integração por via aérea e terrestre.

    “O presidente do Parlamento Amazônico Ampliado, numa solenidade na Assembleia Legislativa, muito bem destacou que os amazônidas são mendigos ricos porque estão em cima de uma montanha de riquezas e estão sempre olhando para o primeiro mundo”, disse a deputada.

    Ao finalizar o vice-governador Major Rocha avaliou como muito produtivo o encontro, principalmente pela grande adesão dos empresários do Juruá que marcaram presença junto com uma comitiva de autoridades do Departamento de Ucayali, no Peru, que estão mobilizados para superar os entraves burocráticos que não permitiam a concretização da obra.

    “O governador Gladson Cameli é um dos grandes entusiastas da obra e tem dado prioridade a essa ligação. O Acre tem uma ligação com o Peru através da Interoceânica, mas precisa tornar realidade esse sonho antigo da ligação terrestre entre Cruzeiro do Sul e Pucalpa que com certeza com a motivação que o governo recebe dos empresários agora se concretizará”, disse.

    Major Rocha destaca o apoio que tem tido do governo federal que através da ação do Ministro Ricardo Sales, do Meio Ambiente, acenou de forma positiva para concretização de termo de cooperação para o Estado do Acre, através do IMAC, possa cuidar dos licenciamentos dessa obra pela sua importância e porque o estado está mais próximo do canteiro de obras.

    “Primeiro teremos um incremento na economia da região do vale do Juruá e a possibilidade de alcançar um acesso ao mercado gigantesco nos países andinos e também ao mercado asiático através do oceano pacífico com uma série de oportunidade de negócios de exportação e importação que vão se abrir. O Acre vai ser a porta de saída do Brasil para o mercado asiático”, disse.

    O vice-governador destacou também a distância percorrida pela delegação peruana de Pucalpa, de 3.500 quilômetros para chegar em Cruzeiro do Sul que estão há apenas 200 quilômetros de distância. “Fizemos o mesmo trajeto quando fomos a Pucalpa e já temos os recursos para o projeto da estrada”, disse.

    Nesta terça-feira foi realizado um café da manhã no hall do prédio do Senac e em seguida a assinatura da ata da encontro onde foi constado uma nova data – 10 a 15 de janeiro – para a realização de um novo encontro que será realizado no Departamento de Ucayali, que poderá ter sua data modificada de acordo com a agenda da visita do presidente Jair Bolsonaro a Pucalpa.

    O empresário Luiz Augusto, do LABSUL - Diagnósticos Clínicos Laboratoriais, avaliou como muito positiva a iniciativa do governo do Estado e lembra que está em Cruzeiro do Sul há 20 anos sempre ouvindo que essa integração iria acontecer. “Agora, vemos que há uma disposição real para a concretização da estrada acontecer e todos vão ganhar”, disse o empresário.

    Ao destacar que no Acre o Labsul é referência em medicina laboratorial o empresário avalia que existem muitas tecnologias em diagnósticos que podem ser aprimorados num intercâmbio com o Peru que é um laboratório de cultura e de saúde porque todas as tecnologias de Lima vem dos Estados Unidos e da Europa e pode ser uma possibilidade de acesso.

    “Lima é um polo de irradiação cultural, comercial e também de saúde. Estamos muito felizes com esse empenho pessoal do vice-governador Major Rocha e do governador Gladson Cameli nos traz um sentimento de possibilidade de realidade e estamos muito felizes em saber que a integração rodoviária poderá ser realidade”, disse.

    O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Cruzeiro do Sul, empresário Luiz Antônio, destacou sua satisfação pela agenda significativa dentro do projeto de integração rodoviária. “Vejo como muito positivo esse primeiro encontro com o tema da integração e avalio que com o apoio de todas as instituições, inclusive do governo de Ucayali, o projeto pode acontecer. Parabenizo o governo do Estado pela iniciativa”, disse,

    O empresário Ernane Negreiros, da diretoria da Fieac, que é um cruzeirense erradicado em Rio Branco há muitos anos, destaca sua satisfação com a realização do projeto. “Agora, na prática, vamos avançando. No passado ficou sempre nos protocolos de intenções, mas nessa nova etapa foram criados grupos de trabalho nos dois países e apesar das restrições orçamentárias estamos avançando e se Deus quiser esse projeto de integração será concretizado”, disse.

    O presidente do Conselho Municipal de Turismo, empresário Cristiano Falcão, parabenizou o vice-governador Major Rocha e o governador Gladson Cameli, pela iniciativa de iniciar um projeto que é um sonho antigo do vale do Juruá de ter um acesso rodoviário com a cidade de Pucalpa, no Peru, que tem muitos benefícios a proporcionar para a região.

    “Percebemos um novo momento, antes as coisas ficaram apenas no campo do social, mas agora vemos que há uma determinação, ações estão sendo planejadas com os setores interessados e a presença da delegação peruana mostra que há interesses dos dois países em realizar essa obra que com certeza todos vão ganhar, inclusive o setor do turismo”, disse.

    Image
    Image