Geral

Geral

Em alusão a outubro rosa, colaboradores do Sebrae visitam Casa Amigo do Peito

Em alusão ao mês de conscientização ao câncer de mama, o outubro rosa, colaboradoras do Sebrae no Acre realizaram atividade na Casa de Passagem – Amigos do Peito, local que recebe pessoas em tratamento de câncer de diversas regiões do estado.

A visita aconteceu na tarde da sexta-feira, 18. O objetivo é prestar solidariedade, acolhimento e atenção aos pacientes. Analista técnica do Sebrae no Acre, Mary Cláudia, conta que o objetivo da ação é praticar a solidariedade e também é uma parte da programação da instituição voltada para a campanha.

A instituição recebe pessoas em tratamento contra o câncer de todo o estado e serve como local de acolhimento aos que apresentam vulnerabilidade econômica. Para prestar ajudar, o local fornece quatro refeições diárias, serviço de locomoção, atenção e cuidado. São atendidas aproximadamente 30 pessoas sendo 15 pacientes e 15 acompanhantes, mas o fluxo é continuo e esse número fica torno de 60 pessoas por mês.

Erinalva Pereira, coordenadora da Casa Amigos do Peito, afirma que atividades como essa ajudam a divulgar o trabalho realizado pela casa e podem atrair novos colaboradores. “É importante divulgar o trabalho da casa, pois, dessa forma, podemos adquirir mais voluntários e pessoas para somar nesse trabalho tão necessário”.

Luciana Monte, assistente social, realiza trabalho voluntário, duas ou três vezes na semana desde janeiro de 2019. O trabalho dela consiste em orientar os pacientes os processos médicos e jurídicos. Formada em Serviço Social, ela conta que começou a atuar na casa para adquirir experiência e desde então foi tomada pela relação com os pacientes que por ali passam. “É muito gratificante poder ajudar essas pessoas. Eu oriento e ajudo na realização dos processos, desde a entrada do pedido de benefício, consultas e orientação dos lugares que devem ir. É um trabalho que faço por amor, a casa necessita de mais pessoas para ajudar e estamos sempre dispostos a receber”.

O Sebrae no Acre sabendo da realidade do local escolheu a instituição pois sabe que a visita representa acolhimento e uma nova mão que se estende. Dessa forma, as colaboradoras buscaram interagir e levar alegria as pacientes.

A instituição

Com 17 anos de atuação, o local foi criada em 25 de janeiro de 2002 pela juíza de direito Maria Tapajós e por Almaísa Voltem, duas vítimas do câncer. A instituição é apartidária, portanto, não tem vínculo com o governo e prefeitura. O local se mantém com doações. Quem quiser colaborar com o trabalho pode ir até a casa, transferir quantia em dinheiro ou doar peças para a realização de bazar, dinheiro que ajuda a manter a casa.


gow banner p20