Cultura

    Festival cultural on-line promovido pela Prefeitura de Rio Branco é sucesso de público

    Um grande festival cultural feito de uma maneira diferente: todos os artistas direto de sua casa, se apresentando ao vivo nas redes sociais, para um grande público. É com essa proposta que surgiu o FestVida – Arte de Casa para o Mundo, projeto da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), que visa levar arte para as pessoas que estão em isolamento social em casa, além de incentivar financeiramente os artistas que são diretamente atingidos neste momento.

    As apresentações se iniciaram na última segunda-feira, 20, e seguiram ao longo da semana com três artistas por dia: às 17h, 19h e 21h. Desde o primeiro dia, a aceitação do público foi grande, marcando altas visualizações nas lives.

    Camila Cabeça, proponente do projeto #CarimbóLive, foi a responsável por abrir o festival. Até o momento, seu ao vivo no Facebook teve quase 700 visualizações, 145 curtidas e 20 compartilhamentos. Ela fala da emoção que foi em participar do projeto.

    “Há muito tempo que eu não dançava em público, pois estou focada nas aulas que dou. Foi muito emocionante, pois tive visualizações não só daqui, mas de gente do mundo inteiro, inclusive da minha avó que mora em Belém (PA). Eu acho que essa é uma ferramenta do empoderamento do artista, além de ser um festival em que todos nós estamos nos apoiando e conhecemos a arte do outro, entendendo que a gente tem que se reinventar, mesmo estando em casa”, destacou Cabeça.

    Ressaltou, ainda, sobre a iniciativa inédita da gestão: “Essa foi uma das poucas iniciativas do tipo que teve no Brasil. A equipe da FGB tratou com muita celeridade para colocar o edital no mundo e está dando um ótimo resultado. A programação continuará pelas próximas semanas, e torço para que o público continue consumindo”, disse Camila.

    Já a cantora Átila Miller fez um show intimista em casa, com voz e violão. Além das canções, ela também preparou um belo cenário para acompanhar. Ao todo, seu ao vivo bateu a marca de 2 mil visualizações no Facebook, além de 235 curtidas e 71 compartilhamentos até agora.

    “No início fiquei muito nervosa, mas a coisa foi fluindo de tal maneira que foi ficando incrível. Realmente foi uma sensação única e uma experiência nova. Era somente eu e cada um dos telespectadores presentes. Eu amei tanto, curti cada detalhe, comentário, e quando subiam os corações da curtida o meu coração ia a mil. Já não vejo a hora de fazer uma nova live. Quero agradecer por todo o apoio que tive nesta iniciativa”, relatou Átila.

    cultura 02 web

    Sobre o edital

    A Prefeitura de Rio Branco lançou o edital no início de abril, voltado para pessoas físicas e microempreendedores individuais (MEI). Ao todo, a gestão investiu R$ 50 mil, sendo R$ 1 mil para cada artista credenciado.

    “Essa foi uma iniciativa que a prefeita Socorro Neri aprovou com muito carinho, pois entende a importância de valorizar a cultura de Rio Branco, além de incentivar que a população não saia de casa neste momento de isolamento social. Ver que todas as lives estão tendo uma boa receptividade de público nos deixa muito alegre de termos unido esforços em ter colocado um edital tão inovador para o momento no ar”, afirma o presidente da FGB, Sérgio de Carvalho.

    A programação segue até dia 6 de maio, com três apresentações por dia, nos mais diversos segmentos, tais como música, teatro, e contação de história, entre outros.

    Image
    Image