Cultura

    Prêmio Brasil Criativo 2019: mulheres encabeçam 50% dos projetos finalistas

    O Prêmio Brasil Criativo chega a sua 3ª edição em 2019 com um propósito especial: valorizar atitudes criativas.

    Consolidado como a Premiação Oficial da Economia Criativa, os principais objetivos do Prêmio são revelar, valorizar e preservar a diversidade criativa do povo brasileiro; reconhecer ações inovadoras do empreendedorismo criativo no país e fortalecer as políticas de economia criativa no Brasil e fomentar a rede de empreendedores que fazem parte desse setor.

    Fruto de uma iniciativa do LabCriativo, apresentado pela 3M, com patrocínio do Mercado Livre, o evento de premiação acontecerá em novembro na Pixel Show. Ao todo serão premiados projetos de 12 categorias que tragam a economia criativa em seu DNA. Na sequência, será feita uma produção audiovisual sobre a história dos 12 vencedores.

    Entre os 36 projetos finalistas nas categorias arquitetura, artes cênicas, audiovisual, design, editorial, expressões culturais, moda, música, P&D, patrimônio e artes, publicidade e TIC, 18 são liderados por mulheres, ou seja, exatamente 50% do total. Na lista aparecem nomes como Marcia Cristina, do Festival Folclórico de Parintins na categoria Artes Cênicas, Dani Pimenta, comunicadora, produtora cultural e DJ na categoria Música, Rose Meusburger do Canal Elaborando Projetos na categoria Editorial, e Nathalia Raggi do Elo7 na categoria Expressões Culturais, entre outras mulheres que movimentam a economia criativa no país.

    Sobre o Prêmio Brasil Criativo

    O prêmio Brasil Criativo 2019 é realizado pelo Governo Federal e pela Secretaria Especial da Cultura, sendo patrocinado pela 3M, com apoio do Mercado Livre. É organizado pelo LabCriativo, tem parceria com a Escola de Criatividade, com a Elo3 e o ProjectHub, tendo como objetivo revelar e valorizar a criatividade do povo brasileiro, fortalecendo as políticas de economia criativa do Brasil.

    Image
    Image