Cidade

    Prefeitura inaugura 1º Circuito Parkour e Calistenia da região Norte no Horto Florestal

    Quem visita o Horto Florestal na cidade de Rio Branco, já pode desfrutar de mais um equipamento público para a prática de esportes. Trata-se do Circuito Parkour e Calistenia, inaugurado neste sábado (11) pela prefeita Socorro Neri.

    Um show de acrobacia marcou a inauguração do primeiro circuito dessa modalidade na região Norte e reuniu vários jovens adeptos do esporte. O equipamento possui uma área de 200 metros quadrados e é composto de muretas, anilhas, paredes de concreto contendo barras metálicas e colunas de madeira.

    A criação do espaço contou com recursos de emenda parlamentar da vereadora Elzinha Mendonça e do tesouro municipal. “Acreditamos que vai ser muito utilizado pela nossa juventude e estamos avaliando a possibilidade de estender para outras regiões da cidade”, disse Socorro Neri.

    Tiago Rocha, praticante de Calistenia há 4 anos, pondera que a modalidade influencia todos os outros esportes. “Esse equipamento que a Prefeitura está entregando à sociedade, representa a realização de um sonho dos jovens acreanos e vai entusiasmar a perpetrar coisas boas”, destacou.

    A atividade é uma forma de treinamento físico em que se utiliza o peso corporal para movimentos acrobáticos e de força. Os praticantes desenvolvem habilidades corporais como: equilíbrio, coordenação motora, consciência corporal e flexibilidade. Também pode auxiliar na perda de peso e no aumento de massa muscular.

    Parkour 002Fotos/Fagner Delgado/Assessoria PMRB

    Elzinha Mendonça que destinou a emenda para construção do espaço disse: “é um momento extremamente importante, dado ao grau de dificuldades que os praticantes das duas modalidades esportivas tinham para praticar esse esporte. Destinamos os recursos e a gestão municipal construiu com todo zelo, o primeiro de muitos parques que virão. Estou feliz e a categoria ganhou uma aliada em futuras conquistas”.

    Agora no Horto Florestal será possível fazer o Parkour, uma modalidade que usa as habilidades do corpo do tracer (nome dado ao atleta praticante de parkour) para ir de um ponto a outro da forma mais eficiente e rápida possível transformando o ambiente ao seu redor em obstáculos que devem ser superados, por isso o atleta treina saltos, escaladas e corridas com acrobacias.

    “A realização do projeto Circuito Parkour Calistenia favorece, potencialmente, a prática e a cultura urbana desse esporte. Rio Branco é a primeira capital da região Norte do Brasil a receber uma estrutura como essa e através dessa ação do Poder Público acredito que muitas vidas serão salvas, não no sentido de saúde, mas no sentido de uma perspectiva melhor de vida porque o esporte tem esse poder. Quero deixar o mais sincero agradecimento a prefeita Socorro Neri e a vereadora Elzinha”, ponderou Tiago Silva, praticante de Parkour.

    Image
    Image