Após ação de saúde, nenhum caso de tuberculose é diagnosticado no presídio de Sena Madureira

No último dia 24 de abril, foi realizada uma ação de combate e controle da tuberculose e outras doenças na Unidade Penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira – Foto: Secom

O Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre (Iapen/AC) recebeu, na última semana, o resultado de 52 testes de tuberculose realizados por servidores do presídio de Sena Madureira. Os exames reafirmam que nenhum servidor da unidade foi diagnosticado com a doença.

No último dia 24 de abril, foi realizada uma ação de combate e controle da tuberculose e outras doenças na Unidade Penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira. Na oportunidade foram feitos testes rápidos de tuberculose, hepatites, sífilis e HIV.

De acordo com a médica apoiadora do projeto Prisões Livres da Tuberculose, Belkis Hernández, uma tecnologia diferente foi utilizada na realização dos exames. O GeneXpert ou Teste Rápido Molecular para Tuberculose é um teste utilizado para detecção de DNA do bacilo da tuberculose e triagem de bactérias resistentes aos medicamentos utilizados no tratamento.

“É um exame que trabalha com uma tecnologia avançada, onde a metodologia é praticamente 100% assertiva. Se prioriza fazer esse procedimento com indivíduos que buscam o diagnóstico pela primeira vez, mas qualquer pessoa pode fazer o teste”, disse a apoiadora.

Diante dos resultados, o presidente do Iapen, Lucas Gomes, reafirmou o compromisso com a qualidade de vida e a valorização dos servidores. “As ações de saúde, assim como todo o acompanhamento biopsicossocial disponibilizado, só reforçam que o Iapen tem buscado a cada dia um cuidado maior com os seus colaboradores”, disse.

Agência Notícias do Acre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *