Vale de lágrimas

Foto: Divulgação

A insatisfação de aliados do governador Gladson Cameli (PP) deixou de ser coisa do âmbito do silêncio ou das reclamações restritas a amigos e parentes e continua a ganhar as redes sociais e os veículos de comunicação. A empresária e candidata derrotada a deputada federal pelo PTB, Charlene Lima, foi às redes sociais se queixar da falta de espaço para o seu grupo político na administração pública estadual.

Desabafo

No Facebook e no Instagram, Charlene escreveu o seguinte: “Confesso que tenho meus questionamentos sobre os critérios para as nomeações dos cargos em Sena Madureira, uns com tanto e outros sem nada! Acho uma pena, pois nosso grupo, do PTB, fez grandes eventos, levou os nomes dos majoritários desde o início da pré campanha (sic), fomos os primeiros a abrir comitê de campanha, onde abrigava todos os majoritários, tivemos mais 5 mil votos do PTB na cidade, mesmo nas condições que estávamos…”.

Tom enigmático

Segue o texto da publicitária: “Mas quem tem mandato é que manda, aos outros cabe adotar o velho dito popular, “dor de barriga não dá só uma vez…Que venha 2020, 2022…”.

Mais desafetos

Cabe lembrar que pelas bandas de Sena Madureira, Charlene não vem a ser a única descontente. O prefeito do município, Mazinho Serafim (MDB), chegou a romper com Gladson Cameli após ser preterido nas indicações de cargos em comissão para o Núcleo de Educação no município.

Alarido sem fim

Preterido nas indicações pelo ‘aliado’ Gerlen Diniz, correligionário de Cameli, Mazinho tratou de destacar a esposa e deputada estadual Meire Serafim (MDB) para fazer oposição na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), onde o também emedebista Roberto Duarte Junior também tem sido mais oposicionista dos que os membros da bancada formada pelo PT e PCdoB.

Convite

Por conta, talvez, desses desencontros é que o partido do deputado federal Flaviano Melo já tenha formulado convite oficial ao ex-reitor da Ufac – e candidato derrotado ao Senado da República, nas eleições de outubro do ano passado – Minoru Kinpara, para que ele se filie à sigla e concorra à prefeitura de Rio Branco no pleito do ano que vem.

Possibilidade real

E pelo que se pode intuir do que postou Charlene Lima nas redes sociais, não será nenhuma novidade que o PTB venha a compor o grupo dos adversários de palanque do PP do governador Gladson Cameli, nas eleições municipais de 2020.

Subindo o tom

O ex-governador Tião Viana (PT) subiu o tom depois de divulgada, em um site local, a informação de que ele teria recebido R$ 82 mil de pensão como ex-governador do Acre no mês passado.

Ação na justiça

Tião foi às redes sociais e publicou um longo texto em que explica que entrará com mais uma ação judicial contra o dono do veículo de comunicação responsável pela divulgação.

Por partes

A seguir, leia o que disse o ex-governador do PT em sua postagem no Facebook: “A vida tem suas fases, a luta por um mundo melhor vem como as águas nas ondas, no sobe e desce”.

Era dos monstros

“O Brasil vive a era dos monstros (já dito na década de 30 por Gramsci), os sintomas/sinais mórbidos estão soltos, alimentam a volúpia dos covardes, gananciosos e mentirosos”.

Nova fase

“Meu interesse, após 24 anos de militância tendo feito tudo que pude a favor do Acre, tem sido o justo recolhimento para cuidar um pouco de mim e dos que eu tenho obrigação pessoal. Tem sido de estudar, organizar e enfrentar novos desafios. Um encontro duradouro com a vida acadêmica, com a medicina e trabalhos que gosto de dedicar-me”.

‘Covardes de plantão’

“Mas, alguns covardes e populachos de plantão não cansam de procurar caluniar-me, injuriar-me, ofender-me. É como suas consciências sem caráter e honra procuram alimentar-se”.

Um tom acima

“O exemplo típico, que já não tenho obrigação de conter-me, ao qual tantos anos respondi com o silêncio ou recorrendo à justiça (agora mesmo ele está sendo executado a pagar-me 28 mil reais, por danos morais), é o bandido, infame e covarde do Roberto Vaz, ser desprezível que tantas vezes tentou aproximar-se de mim para extorquir e chantagear, todavia sempre teve minha negativa como resposta”.

Quantia absurda

“Esse bandido pávido mais uma vez mente ao meu respeito, afirma que eu recebi a absurda quantia de 82 mil reais como pensão. Estou recorrendo mais uma vez para a devida reparação judicial”.

Sem impedimentos

E como disse, não tenho mais impedimento para, após tantos anos de covardia contra mim, dizer um pouco dos fatos mais leves, que a mim chegaram (com registros) de seus feitos”.

Prazeres da carne

“Que seus prazeres sexuais são confusos e atípicos, como pagar mil reais para um coleguinha satisfazê-lo, quando o parceiro dizia não querer e o sugeria usar vibrador de 30 cm, ele dizia não querer, pois “não era quentinho”; quando a carência está alta com outro jovem “abelhinha “ pagar menos -200,00 para ficar satisfeito, entretanto, o final precisa ser não no estilo “Golden Shower” (nesse caso é mijo na boca com ele de joelhos), ou o final não fica bom. Roberto Vaz, mofino, canalha e bandido, estou pronto para levá-lo/encontrá-lo nos tribunais”, conclui Tião Viana em seu desabafo.

Investimento na malha viária

A prefeitura de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), vai investir R$ 50 milhões na manutenção da malha viária da Capital, através da Operação Verão. Para 2019, além da ampliação dos serviços que serão realizados, ela conseguiu economizar a fim de ampliar os investimentos.

Após o inverno

No ano passado foram investidos R$ 16 milhões. Os recursos para 2019 já estão assegurados e os trabalhos iniciam tão logo encerre o período chuvoso, segundo informações da assessoria de imprensa da prefeitura da capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *