Sistema FIEAC leva capacitações gratuitas para Xapuri

Sistema FIEAC iniciará o projeto “Caravana do Desenvolvimento” a partir de dia 2 de outubro, em Xapuri. Foto: Assessoria FIEAC

Projeto “Caravana do Desenvolvimento” pretende abrir portas do mercado de trabalho do município

Com o objetivo de levar capacitação profissional, oportunidades e qualidade de vida à população de todo o Estado, o Sistema FIEAC iniciará o projeto “Caravana do Desenvolvimento” a partir de dia 2 de outubro, em Xapuri.

O município foi contemplado para receber, durante quase um mês, cursos oferecidos pelo SESI, SENAI e IEL, e atender mais de 1.000 pessoas, nas áreas de informática, noções básicas de Planejamento Estratégico, Cozinha Brasil, aperfeiçoamento em instalações elétricas, técnica em pinturas especiais (móveis) e aperfeiçoamento em pinturas de obras, marceneiro de móveis sob medida, pães e massas especiais, bolos e tortas, aperfeiçoamento em pedreiro de alvenaria, eletricidade automotiva, pizzaiolo e outros.

A população será beneficiada, ainda, com palestras voltadas para temas como empreendedorismo, redação para o Enem, atendimento ao cliente, a arte de falar em público, negociação e conflito, currículo e marketing pessoal, relacionamento interpessoal e Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

As unidades móveis do SESI e do SENAI estarão instaladas em Xapuri, atendendo a população gratuitamente – assim como os demais cursos -, de maneira a auxiliar sua preparação para o mercado de trabalho e assistir a uma demanda carente de mão de obra no interior do Estado.

“Ampliar a presença do Sistema FIEAC é também fortalecer as indústrias do interior. Com mais desenvolvimento, gerando mais empregos, melhorando a qualidade de vida dos profissionais e criando novas oportunidades para os moradores”, avaliou o presidente da FIEAC, José Adriano Ribeiro.

“As ações do Sistema Indústria em Xapuri, por meio dos cursos de qualificação do SENAI, demandam um esforço coletivo dos colaboradores, empresários, instituições parceiras e principalmente da sociedade. Com certeza, o resultado será positivo e contribuirá para o fortalecimento do município”, destacou o diretor regional do SENAI, César Dotto.

Para a superintendente do SESI, Gisélia Belmina, é uma grande oportunidade que a instituição está dando, por meio de diferentes cursos, de qualificar a população de Xapuri. “É uma chance ímpar de aprendizado e de buscar outras fontes de renda por meio dessas competências”.

Esta iniciativa conta com a importante apoio da Prefeitura de Xapuri e do governo do Estado do Acre.

A seguir, conheça as instituições que fazem parte do Sistema Indústria no Acre.

“Ampliar a presença do Sistema FIEAC é também fortalecer as indústrias do interior. Com mais desenvolvimento, gerando mais empregos, melhorando a qualidade de vida dos profissionais e criando novas oportunidades para os moradores”, diz José Adriano, presidente da FIEAC. Foto: Assessoria Fieac

SESI – Valoriza a segurança e o bem-estar dos trabalhadores da indústria

Desde 1973, o Serviço Social da Indústria (SESI) tem levado qualidade de vida aos trabalhadores da indústria, por meio de programas e projetos voltados para as áreas de saúde educação, esporte, cultura, lazer, segurança no ambiente de trabalho e responsabilidade social.

Após identificar as necessidades da indústria, o SESI propõe soluções customizadas para manter um ambiente de trabalho seguro, saudável e mais produtivo, superando os desafios de presenteísmo, absenteísmo, acidentes de trabalho e aumento do nível de escolaridade dos trabalhadores.

O SESI ajuda a elevar a escolaridade do trabalhador com ações que são oferecidas educação básica de qualidade para crianças, jovens e adultos e cursos de educação continuada. Na educação de jovens e adultos, mantém programas com horários flexíveis, que facilitam a vida dos estudantes e ajudam a elevar a escolaridade do trabalhador. As metodologias de ensino são adequadas à faixa etária e às experiências de vida dos alunos. Na escola para acrianças e adolescentes, a instituição estimula a criatividade e o raciocínio lógico.

“O SESI cumpre um papel extremamente importante por profissionais abnegados. Atendemos, de 2010 a 2015, por exemplo, quase 150 mil trabalhadores e seus familiares com serviços médicos e odontológicos”, informou José Adriano.

Foto: Assessoria Fieac

SENAI – Maior complexo de educação profissional da América Latina

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) é um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina. Seus cursos formam profissionais capacitados para o mercado de trabalho competitivo.

Presente no Acre desde 1975, o SENAI é responsável pela formação profissional de recursos humanos para a indústria, a prestação de serviços como assistência técnica e tecnológica ao setor produtivo, serviços de laboratório, pesquisa aplicada e informação tecnológica.“Há um trabalho fundamental na formação profissional por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, o SENAI. Desde 2010, foram oferecidas 67.209 horas técnicas em vários cursos, com foco em tecnologia e inovação”, relatou José Adriano.

O SENAI também estimula a inovação da indústria por meio de consultoria e incentivo às ações das empresas com o desenvolvimento de pesquisa aplicada e serviços técnicos e tecnológicos que são decisivos para a competitividade das empresas brasileiras.

IEL – Caminho do desenvolvimento empresarial e profissional

Presente no Acre desde 1989, o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) é a instituição do Sistema FIEAC que atua como interlocutora e promotora da interação entre empresas e centros de conhecimentos do Estado.

Sua missão é contribuir com o aperfeiçoamento da gestão empresarial, da gestão da inovação, da educação empresarial e executiva, além de promover a interação entre centros de conhecimento para a competitividade da indústria.

O IEL atua, ainda, no desenvolvimento de carreiras, educação empresarial e aperfeiçoamento da gestão inovadora. Seus serviços, são uma contribuição para o desenvolvimento de líderes, a geração de novos negócios, a inovação e, consequentemente, o aumento da competitividade da indústria em diversos segmentos.

Assessoria FIEAC