Promessas ao vento

Foto: Da Assessoria

Em reposta ao deputado Nelson Sales (Progressista), o líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Daniel Zen (PT), disse que o colega de parlamento, ao invés de atacar o governador Tião Viana (PT), deveria se ocupar em fazer com que o senador Gladson Cameli (Progressista) cumpra as promessas feitas alhures.

‘Senador da bravata’

Depois de chamar Gladson de “senador da bravata”, Zen disse que ele costuma prometer as coisas sob efeito de “sabe-se lá o que”.

Diz aí, colega!

O deputado petista também exigiu que Nelson Sales explicasse os reais motivos que o levaram a se aliar ao senador do Progressista, sendo que começou o mandato como deputado da base de apoio ao governo.

Muito amor

“O senhor deveria explicar o que está por trás desse amor tão grande que o senhor tem pelo senador Gladson Cameli”, frisou Daniel Zen.

Pega na mentira

Em seguida, Zen fez deboche da promessa feita por Gladson, no Juruá, durante reunião na Câmara de Vereadores de Mâncio Lima, no dia 14 de janeiro, na qual o senador assegurou que asfaltaria a Rodovia AC-405, que liga o município a Cruzeiro do Sul, usando recursos e equipamentos da família.

Bazófia

“O senador da bravata prometeu que asfaltaria a rodovia, nem que pra isso tivesse que usar as máquinas da empresa do pai. Prometeu que no máximo em dez dias o problema estaria resolvido – e já se passou quase um mês. Ao invés de criticar o governador, o senhor deveria cobrar o seu senador que promete as coisas sob efeito de sabe-se lá o que”, disse Zen.

Crise, pero no mucho!

Foto: Voz do Norte

Sempre que se trata de fazer alguma coisa pelo município de Cruzeiro do Sul, como a implantação do Procon (uma antiga reivindicação da comunidade cruzeirense e promessa constante em seu plano de governo), o prefeito Ilderlei Cordeiro (MDB) recorre à crise econômica para justificar a falta de recursos.

Patente (e salário) maior

Eis, porém, que não faltam recursos quando se trata de nomear aliados, conforme ocorreu na última terça-feira (6), quando a Câmara de Vereadores do município recebeu projeto do Executivo que eleva a condição do chefe de gabinete da prefeitura ao status de secretário municipal.

Mais despesa

Caso fosse aprovada a proposta de Ilderlei Cordeiro, o seu chefe de gabinete teria o salário equiparado aos demais ocupantes do primeiro escalão da prefeitura, entre os quais estão a esposa do prefeito, Keiliane Cordeiro, que atualmente responde pela Secretaria de Ação Social do município.

O cargo comissionado, referência CC 15, foi estipulado em R$ 7,8 mil. Mesmo sendo da base aliada do prefeito na Câmara, o vereador Ronaldo Onofre (PDT) afirmou que votaria contra a proposta.

Dois pesos e duas medidas

Onofre deplorou o projeto por criar um cargo especial no justo momento em que a prefeitura realiza demissões de funcionários com salários bem inferiores.

É cada uma…

E enquanto deixa de pagar as rescisões com os demitidos, alegando falta de recursos, Ilderlei quer criar mais despesas para o erário na tentativa de beneficiar aliados.

Fuja do número 2, prefeito!

Mas a grande ironia do acaso é que o referido projeto de lei encaminhado à Câmara de Vereadores leva o número 02/2018. No começo do ano passado, o segundo projeto de lei assinado por Ilderlei foi o justamente o que criava 600 novos cargos comissionados na prefeitura de Cruzeiro do Sul.

Ação judicial

A deputada estadual Leila Galvão (PT) deverá acionar judicialmente a representação da montadora Toyota no Acre. A ação por danos morais decorrerá de uma suposta cobrança indevida na prestação de sua caminhonete, que já estaria paga.

Danos morais

O nome da parlamentar petista teria sido exposto na mídia indevidamente, como alguém que corria o risco de perder o veículo por não quitar o débito relativo ao financiamento.

Ficha Limpa

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luiz Fux, disse ontem que a corte pode reexaminar a possibilidade de um político ficha suja registrar candidatura para concorrer à eleição.

Fôlego

Com isso, ganha fôlego a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a partir de quem o tema ganhou relevância e poderá ser rediscutido pelo TSE.

Brecha na lei

A Lei da Ficha Limpa, que impede que condenados por órgãos colegiados sejam candidatos, deixa abertura para uma liminar junto aos tribunais superiores para suspender a inelegibilidade.

Antes das eleições

“Isso vai ser reavaliado. Até hoje nós tivemos alguns casos e nós vamos julgar eles antes do início das eleições”, afirmou o presidente do TSE.

Apesar da crise

Deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) destacou ontem, 8, na sessão da Aleac, as ações executadas pelo governo do Acre nos municípios isolados. Segundo o parlamentar, mesmo com a crise econômica que o Estado enfrenta atualmente, o governo tem se esforçado para atender os anseios da população.

Empenho exemplar

Jenilson citou as obras de pavimentação e saneamento básico que que estão sendo realizadas pelo Depasa em Marechal Thaumaturgo como exemplo do emprenho do governo em melhorar a vida dos moradores do município.

Agenda

“Aproveitei o recesso para visitar alguns municípios do Estado e confesso que fiquei muito feliz com os avanços que vi em Thaumaturgo. O prefeito de lá tem feito um trabalho inovador juntamente com o Depasa e essas ações tem demonstrado à população que algumas coisas avançaram”, afirmou o deputado do PCdoB.