Programação do Festival Pachamama é aberta em Rio Branco

Concita Cardoso – A governadora em exercício Nazareth Araújo participou na noite deste sábado, 18, da abertura da oitava edição do Festival Internacional Pachamama – Cinema de Fronteira, no Cine Teatro Recreio. A festa da cultura e da arte segue até o dia 25 de novembro em diversos espaços culturais de Rio Branco.

Este ano 68 filmes serão exibidos. Serão 13 mostras temáticas divididas em Competitivas de Longa e Curta Metragem, Competitiva Comunitária Stefan Kaspar, a Tri-Fronteira, a Mirada Latina, a Amazônia, a Índio, a Identidades, Pacha Caboquinho, a Miração, Cinema nos Bairros, Retrospectiva Rodrigo Aragão e Sessão Especial.

Nazareth Araújo destacou que o cinema de fronteira valoriza a cultura e demonstra a capacidade artística de países como o Brasil, Peru e Bolívia. “Esse momento é especial e de celebração com nossos artistas andinos e de toda região fronteiriça. É a oportunidade de mostrarmos nossa capacidade de desenvolvimento com cunho nacional e marcante de nossa cultura”, disse a governadora.

Uma das novidades em 2017 é que, dentro da Mostra Amazônia, cinco produções acreanas ganharam espaço.

Marcelo Cordero, diretor artístico do festival, contou que o Pachamama terá várias atividades paralelas como shows musicais, oficinas, palestras. “O festival, como em todos os anos, está chegando com força e estamos esperando uma grande festa nestes sete dias de programação”, disse.

Entre as produções em destaque, está Cícero Impune, do diretor argentino José Celestino Campusano. O longa, que contou com apoio da Usina de Arte João Donato, chegou a concorrer a um importante prêmio de cinema na Argentina e será lançado no Brasil no festival acreano.

O Pachamama nasceu em 2010 e tem como objetivo promover a integração cultural e artística entre os países de fronteira.

O presidente da Fundação Garibaldi Brasil, Sérgio de Carvalho, ressaltou que o Pachamama conseguiu colocar o Acre no mapa da cultura latina-americana e se tornou referência em diversos países. “Esta será uma semana em que Rio Branco vai realmente respirar o cinema latino americano com uma programação totalmente gratuita”, anunciou.

Agência Notícias do Acre