Posse

O promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre Celso Jerônimo de Souza tomou posse como procurador de Justiça, durante sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça, na noite da última segunda-feira, 13, no auditório do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC).

**Com um histórico de vida digno de um filme, onde a superação e vontade de vencer foram as válvulas propulsoras para o sucesso, Celso Jerônimo é exemplo de dedicação e comprometimento, com uma larga contribuição durante os mais de 20 anos que atuou como promotor na Instituição.

** Após a prestação de compromisso regimental e a leitura do termo de posse, Celso Jerônimo recebeu a carteira funcional de procurador de Justiça e a Medalha do Ministério Público.

**Seu discurso, eloquente e emocionante, enfatizou sua trajetória, pontuando seu desempenho e critérios objetivos de produtividade e presteza no exercício das funções ministeriais.

** Já o procurador-geral de Justiça Oswaldo D’Albuquerque iniciou seu discurso com trechos da música Amigo, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, para homenagear o empossado, acrescentando que o novo procurador era um parceiro de ideais, e os êxitos de sua gestão também são provenientes da atuação de Celso como secretário-geral do Ministério Público do Acre.

**A cerimônia foi prestigiada por membros e servidores do MPAC, familiares do empossado e autoridades convidadas. Pelas lentes de Tiago Teles, confiram os flashes de Tiago Teles:

O Colégio de Procuradores do Ministério Público do Estado do Acre
Recebendo a medalha do MP das mãos do procurador-geral, Oswaldo D´Albuquerque Lima, sob o olhar carinhoso da esposa Jussara
Procurador de Justiça Celso Jerônimo com a esposa Jussara de Souza e a filha Isabela
Familiares do procurador-geral Oswaldo D´Albuquerque Lima: o cunhado Charles, a irmã, procuradora do Estado Janete D´Albuquerque Lima, a esposa Susye, os pais Zenilde e Jerônimo Arthur Brito, e esta titular
O abraço fraterno dos amigos e colegas de profissão Celso e Oswaldo
Procurador de Justiça Sammy Barbosa Lopes com a esposa Carol Duck, e o procurador Celso e a esposa Jussara
Promotor de Justiça Rodrigo Curti, procuradoras de Justiça Gilcely Evangelista e Kátia Rejane, procurador-geral Oswaldo D´Albuquerque Lima, procuradores de Justiça Vanda Denir Milani, Flávio Siqueira e o promotor de Justiça Felisberto Fernandes da Silva
Mulheres superpoderosas: Advogada Jussara de Souza, arquiteta Susye D´Albuquerque Lima, a procuradora de Justiça Patrícia Rêgo, Corregedora-Geral, Procuradora de Justiça Kátia Rejane e a Subcorregedora-Geral, Procuradora de Justiça Gilcely Evangelista
Mesa animada com promotores de Justiça, comandada pela promotora de Justiça Rita de Cássia e o marido Raimundo (centro)
Presidente do Tribunal de Justiça Denise Bonfim com o empossado
Procurador de Justiça Celso Jerônimo e a esposa Jussara com os servidores da Casa