No AC, menos da metade das adolescentes tiveram esquema vacinal contra HPV finalizado

Leandro Chaves – No Acre, apenas 48,5% das meninas de 9 a 14 anos de idade completaram o esquema vacinal contra o HPV, vírus sexualmente transmissível associado a diversos tipos de câncer. Os dados são do Ministério da Saúde (MS) e compreendem o período de 2014, quando a vacina passou a ser ofertada de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS), até 2017. São necessárias apenas duas doses para a imunização, com intervalo de seis meses entre as vacinas.

Entre os meninos, os números são ainda menores. Somente 38,8% dos adolescentes acreanos do sexo masculino entre 11 e 14 anos se imunizaram em 2017. A meta da cobertura vacinal contra o HPV é de 80%. Para alcançar o número, o Governo Federal começou nesta terça-feira, 13, uma campanha de vacinação em todo o país. A ideia é imunizar 10 milhões de jovens.

Também fazem parte do público-alvo soropositivos entre 9 e 26 anos de idade, transplantados e pacientes com câncer. Meninos e meninas que chegaram aos 15 anos sem completar as duas doses da vacina podem atualizar o esquema vacinal. As doses estão disponíveis gratuitamente nos postos de saúde de todos os 22 municípios acreanos.

A imunização contra o HPV contribui com a diminuição da incidência de câncer de colo de útero e vulva nas mulheres. Previne, ainda, casos de verrugas genitais e câncer anal, de pênis e de orofaringe. A campanha, que tem foco na mobilização e comunicação, também abrange vacina contra meningite.