Na Fieac, empresários do Peru e do Acre discutem relações comerciais e novas parcerias

Com o objetivo de discutir relações comerciais e novas parcerias, empresários da região de Madre de Dios, no Peru, e do Acre se reuniram na tarde da última quinta-feira, 9, na sede da Federação das Indústrias do Acre (Fieac). Além da prospecção de negócios, o encontro também abordou os entraves burocráticos que impedem a expansão do comércio exterior na região de fronteira.

Samuel Ramirez, presidente da Câmara de Comércio de Madre de Dios, responsável por liderar o grupo de empresários na visita ao Acre, ressaltou a necessidade de ambos os países cooperarem para o avanço das exportações e importações entre o Brasil, em especial o Acre, e o Peru.

Além da prospecção de negócios, o encontro também abordou os entraves burocráticos que impedem a expansão do comércio exterior na região de fronteira – Foto: Cedida

“Precisamos viabilizar e avançar nessas discussões para que tenhamos uma Interoceânica habilitada e assim explorarmos o potencial econômico dessa região fronteiriça. Creio que estamos em um bom caminho, discutindo esse intercâmbio e buscando vencer os trâmites burocráticos que dificultam o comércio internacional”, pontuou Ramirez.

Na ocasião, o presidente da Câmara de Comércio de Madre de Dios convidou os empresários acreanos para participarem de um encontro que acontecerá no próximo dia 21, em Cobija, no Departamento de Pando, com representantes do Peru, Brasil e Bolívia. “Será uma importante reunião em que planejamos concluir bons acordos para empresários das três regiões. Esperamos contar com a presença de todos vocês”, acrescentou.

Presente à reunião, o empresário do setor da construção civil, Sérgio Nakamura, diz que a integração entre Acre, Peru e Bolívia sempre foi um sonho de todos os acreanos. “Por isso é fundamental que todos os empresários busquem sensibilizar politicamente as autoridades de seus países para que se concretize essa integração. Temos interesse em diversos insumos de construção civil do Peru, ao mesmo tempo em que podemos oferecer um grande know-how e tecnologia como serviços nesse segmento”, frisou.

O presidente em exercício da Fieac, José Luiz Assis Felício, salientou que ficou evidente na reunião uma grande disposição de todos os presentes em contribuir para romper as barreiras que têm inibido a ampliação do comércio entre Acre e Peru. “Sabemos das dificuldades enfrentadas para eles trazerem seus produtos para o Acre e para nós empresários locais fazermos o caminho inverso. Por isso é essencial esse encontro que ocorrerá no próximo dia 21. Será uma excelente oportunidade, em que iremos expor nossas necessidades. E toda essa burocracia só será resolvida quando houver uma decisão política. Os governos federais precisam contribuir para criar as condições de essa relação comercial avançar” ressaltou.

Assessoria Fieac