Marcus Alexandre lança obra do Centro de Atenção ao Autista

Ato de assinatura aconteceu no subsolo da Policlínica Barral Y Barral com a presença de autoridades políticas e representantes dos grupos de apoio ao autista – Fotos: Marcos Vicentti

O prefeito Marcus Alexandre assinou na quarta-feira, 4, a Ordem de Serviço para a edificação do Centro de Atenção ao Autista, que já começou a ser erguido anexo à Policlínica Barral Y Barral, no Conjunto Tangará. Com uma área construída de 295 metros quadrados, o custo estimado da obra é de R$335.862,16 oriundos de recursos próprios da Prefeitura de Rio Branco e de convênio com o Ministério da Saúde. Os móveis e equipamentos estão assegurados através de emenda parlamentar do deputado federal Léo de Brito, que alocou R$1 milhão no Orçamento Geral da União para esse fim.

O ato de assinatura aconteceu no subsolo da Policlínica Barral Y Barral com as presenças do deputado Daniel Zen, da ex-deputada Perpétua Almeida, dos líderes comunitários como José Bernardo Panelada, Manoel Izo, Gilson Albuquerque e Ozéias Silva, este presidente da União das Associações de Moradores de Rio Branco (UMARB); além dos vereadores Rodrigo Forneck, Lene Petecão e Elzinha Mendonça, e representantes dos grupos civis de apoio ao autista, como o sargento do Corpo de Bombeiros Abrahão Púpio, presidente da Associação Família Azul, e o engenheiro florestal Arthur Leite, militante da causa, entre outros. “É um dia especial na minha vida. Não poderíamos concluir uma jornada sem realizar este momento”, disse, emocionado, o prefeito Marcus Alexandre, lembrando que sua gestão “foi ganha” por uma causa maravilhosa que é a mobilização por apoio à pessoa autista.

“É um avanço muito importante”, completou Abrahão Púpio. Quando pronto, o Centro contará com os seguintes ambientes: três consultórios médicos, Espaço Mãe, áreas de terapia interna e externa, recepção e banheiros com acessibilidade.

De acordo com o secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida, o Centro traz um serviço pioneiro no Acre, funcionando com uma sala de estimulação sensória motora para criança da faixa etária de 3 a menor de 12 anos, com atendimento integrado de vários profissionais, como psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos. A Policlínica Barral Y Barral, que já mantém ações de atendimento ao autista, dará suporte necessário ao CAA.

Centro contará com os seguintes ambientes: três consultórios médicos, Espaço Mãe, áreas de terapia interna e externa, recepção e banheiros com acessibilidade

O atendimento em saúde ao público especial avançou muito nos últimos anos, mas outras áreas não ficaram para trás. A Prefeitura de Rio Branco é pioneira em ações de atendimento à pessoa com necessidades especiais no sistema educacional. Com público-alvo composto em 80% por pessoas com algum nível de autismo, a Secretaria Municipal de Educação instituiu, por mobilização do prefeito Marcus Alexandre, o cargo de professor monitor da educação especial. Em 2013 eram 34 profissionais e em 2017 este número já era de 247. Desses, 93 são do quadro efetivo. O coordenador de Educação Especial da SEME, Joaquim Oliveira, participou do lançamento das obras do Centro de Atenção ao Autista e teve sua atuação referenciada no discurso de Abrahão Púpio. “Faço parte dessa luta e podem contar comigo”, declarou a vereadora Elzinha Mendonça.

Somado aos consultórios e à sala de integração, o Centro de Atenção ao Autista também contará com uma sala de trabalho em grupo e estudo de caso para profissionais, pais e familiares e um local para que os pais possam observar o atendimento prestado às crianças. Além do serviço de atendimento integrado à criança com autismo, também serão oferecidos atendimentos individuais com fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e uma sala de atendimento de psicologia/ludoterapia (psicoterapia adaptada para o tratamento infantil, através do qual a criança, brincando, projeta seu modo de ser). “É um passo decisivo para continuarmos avançando”, disse o deputado Daniel Zen, autor da lei 2976/2015, que cria a Política Estadual de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (autismo).

O autismo é um distúrbio neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo.

R$ 1 milhão em recursos para compra de equipamentos

O deputado federal Leo de Brito destinou Emenda Parlamentar no valor de R$ 1 milhão para a aquisição de materiais para equipar o Centro de Atenção ao Autista. A verba destinada já foi liberada para a Prefeitura de Rio Branco. Com os recursos dispostos pelo parlamentar acreano serão adquiridos para a estruturação do Centro desde mobiliário, como macas, até instrumentação e equipamentos para fonoaudiologia, terapia ocupacional, psicologia e demais necessidades para tratamento das crianças atendidas.

Por conta da intensa agenda de trabalho em Brasília, o deputado Leo de Brito não participou da assinatura da Ordem de Serviço e integrantes de sua assessoria o representaram no ato. Mas, por meio de mensagem enviada, o deputado lembrou que foi através da parceria com a Prefeitura de Rio Branco que o sonho da criação do Centro de Atenção ao Autismo está virando realidade. “Sei da luta constante dos pais e familiares, da busca incessante por mais inclusão, e do quanto é importante a ajuda do poder público, em especial no tratamento. E eu tenho a alegria de ter destinado R$ 1 milhão, em emenda parlamentar, para compra dos equipamentos. Sei que muito ainda precisa ser feito, que ainda temos muitos desafios a vencer, mas acredito que estamos no caminho certo”, completou Leo de Brito em mensagem.

Apoio à Família Azul

Em 2016, a Prefeitura de Rio Branco e o Conselho Municipal de Saúde entregaram à Associação Família Azul do Acre (AFAC), formada por parentes e amigos de portadores de autismo, um veículo Fiat Doblô para auxiliar nas atividades da instituição. O veículo presta apoio às atividades da associação, como viagens às unidades de saúde e outras ações.

Assessoria PMRB