Liga da Justiça: 85% do filme é original e 15% foi refilmado”, revela produtor

Foto: Divulgação

Adolfo Molina – O produtor de Liga da Justiça, Charles Roven, em entrevista ao jornal Washington Times, conversou sobre as cansativas refilmagens do filme e sobre o que os fãs devem aguardar futuramente do universo cinematográfico da DC.

Segundo Roven, apesar da produção do filme não ter sido fácil como previa, tudo foi um sucesso: “O objetivo era ter a certeza de que quando o filme for assistido, que sintam coerência. A percepção que Joss Whedon colocou sobre iria mudar bastante o conteúdo final, mas o elenco já tinha desenvolvido bastante seus personagens e arcos. Vamos dizer que 80, 85% do filme são das filmagens originais.”

Charles também disse que há apenas ideias para uma sequência de O Homem de Aço, além de dar alguns detalhes sobre The Batman, filme solo do vigilante de Gotham que será dirigido por Matt Reeves: “De tudo que eu sei, ele vai fazer o Batman. Eles vão reformular o roteiro então eu não tenho muita certeza ainda”.

Ao final, conversou sobre a importância da continuidade dos filmes e deu certeza que o público irá se conectar com que está acontecendo para o desenvolvimento do universo estendido da DC: “Uma das coisas que realmente importam para nós com todos esses filmes da DC é assegurar que eles façam sentido de um para o outro, porque eles estão conectados de certa forma, e também asseguramos que o público está esperançoso por conta de não saber exatamente o que verá”, completa o produtor.

Dirigido por Zack Snyder, Liga da Justiça estreia em 15 de novembro no Brasil.

 

Observatório do Cinema