Liderar é ser exemplo

Um bom líder é um bom ouvidor. Você já teve a experiência de conversar com alguém que constantemente fica tentando lhe interromper? Tem coisa pior e mais desagradável do que isso?  Você está tentando construir alguma coisa, mas essa pessoa não permite. Ela não demonstra paciência em lhe ouvir.

Quando nós interrompemos as pessoas, nós estamos passando, no mínimo, três mensagens para elas:

1 – Eu não estou prestando atenção ao que você está dizendo.

2 – Eu não dou valor a sua opinião.

3 – O que eu tenho para lhe dizer é mais importante do que o que você está me dizendo.

Você acha que essas são mensagens que um líder deve transmitir para seus liderados? Não. Um líder tem que tomar muito cuidado com o que ele faz e diz. Tudo o que um líder faz passa uma mensagem, transmite alguma coisa. As pessoas estão atentas a isso.

Quando, por exemplo, nós chegamos atrasados em nossos compromissos, nós também estamos transmitindo uma mensagem. Estamos falando para pessoas que o tempo delas não é tão importante e nem vale tanto. Que o nosso tempo é mais precioso do que o delas.

Temos que ser cuidadosos como líderes e devemos conhecer algumas regras. Quando ocupamos uma posição de liderança, nós devemos ter cuidado para não achar que todas as pessoas precisam respeitar as regras, mas nós que somos líderes não precisamos. Se um líder ocupa uma posição e ele agora se vê “por cima” das regras e regulamentos está com uma atitude completamente errada.

PERCEPÇÃO SELETIVA

Você sabe o que é percepção seletiva?

Por exemplo, se você está querendo trocar de carro e já sabe qual o modelo e de qual cor você o quer (você já escolheu, mas ainda não trocou). Então, você, ao observar os carros na cidade, o modelo que escolheu parece ser o mais existente? Antes de desejá-lo você quase não percebia nenhum daquele modelo e daquela cor pelas ruas. Agora, é “só o que você ver”.

Isso acontece porque, quando você está procurando alguma coisa, você “só tem olhos para aquilo”. Você passa a ver aquilo em tudo que é lugar. Todo carro parece o modelo que você escolheu, ainda que não seja.

Percepção seletiva é você perceber ou encontrar de acordo ou na óptica que você está procurando. Isso vale para você em relação as pessoas também.

O que você tem buscado encontrar nas pessoas?

Para onde é que está o seu olhar em relação as pessoas?

Será que nós estamos procurando os defeitos, as falhas, ou estamos procurando os valores, virtudes e qualidades?

Se você tem em seu grupo de liderados alguém que você não consegue enxergar coisas boas, deixe-me dar uma sugestão: passe a procurar as qualidades, virtudes e talentos. Você vai encontrar o que ele tem de bom. Ninguém é desprovido de talentos. Todos nós temos talentos e virtudes. Passe a ter olhos bons, uma visão positiva que vê o lado bom das pessoas. Aquilo que elas têm de bom e que podem oferecer com qualidade.

Saiba elogiar as pessoas. Mas, você tem que saber dar os elogios, eles não são dados de qualquer maneira.

Imagine que você e um grupo estão desempenhando uma tarefa e todos os integrantes deixaram as coisas “nas suas costas” para você fazer sozinho e você deu conta do recado e, na apresentação do resultado, o líder reúne a equipe e diz: “Estão todos de parabéns!”. Isto é uma mentira! Sejamos sinceros. Isso não dá uma sensação de injustiça? Porque você sabe que nem todos fizeram algo. Nesse caso, é justo que você destaque quem merece reconhecimento, quem merece algum destaque, mas, saiba fazê-lo. Porque elogios exagerados demais podem “estragar” alguém.

Tem gente que elogia tanto que você começa a desconfiar se o que ela está falando é a verdade ou não. Seja especifico, saiba quando o grupo merece elogios e reconheça a todos que são dignos deles.

“O presbítero que governa bem, que administra bem é digno de dobrados honorários. Especialmente aqueles que se afadigam no ensino da Palavra” (I Timóteo 5.17)

Isso significa dizer que eu posso reconhecer no meio dos presbíteros aqueles que fazem um bom trabalho e aqueles que não fazem um trabalho tão bom. E eu posso reconhecer financeiramente melhor aquele que faz um bom trabalho e financeiramente não tão bem aquele que não faz desempenha bem as suas funções. Se isso vale para os ministros, vale para qualquer um de nós, inclusive os seus empregados.

Uma qualidade de um líder é a humildade. Ser autêntico, sem pretensão, orgulho ou arrogância. A habilidade de ser verdadeiro com as pessoas sem a pretensão de pensar que sabe de tudo.

Você já teve o prazer de ouvir um líder seu reconhecer que não sabia de alguma coisa? É muito bom, porque mostra um tipo de humanidade que todos temos.

Seja um líder exemplar, que transmite boas mensagens não só com palavras, mas principalmente com ações.