Hipocrisia

Foto: Da Assessoria

Chega a informação de que o pequeno grupo de pessoas ligadas ao PSDB, que patrocina um fraco movimento contra os irmãos Viana no cenário político acreano, tem no deputado federal Wherles Rocha, pré-candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo senador Gladson Cameli, como um de seus idealizadores. Até aí nenhuma surpresa, já que o deputado sempre foi, sem razão alguma, um inimigo visceral da família Viana.

Companhias

O que surpreende é que o deputado que posa de vestal da moralidade é o mesmo que, em Brasília, anda de braços dados com o senador mineiro Aécio Neves (PSDB), aquele que pediu R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista e foi gravado dizendo que, se flagrado, o receptor das malas de dinheiro, um primo dele, seria morto antes que pudesse fazer delação sobre o esquema.

Sob tortura!

Aliás, sobre o deputado, que sonha em ser vice-governador, há poucos anos ele foi denunciado pelo ativista dos direitos humanos e advogado Gumercindo Rodrigues como sendo o comandante das operações policiais para que três rapazes de Sena Madureira confessassem – sob tortura – o assassinato de uma jovem do município, no ano de 1999. Nem por isso os petistas andam a alardear o slogan “Tortura Nunca Mais”.

Remember!

É bom também lembrar que até bem pouco tempo Rocha atacava Marcio Bittar, Vagner Sales e todo MDB, tendo, inclusive, denunciando que nas últimas eleições de Cruzeiro do Sul, há pouco menos de dois anos, Vagner e seus apoiadores, inclusive Gladson Cameli, estavam comprando vereadores que apoiavam o então tucano Henrique Afonso.

Muy amigos

Depois de um acordo obscuro, agora Rocha se cala sobre o assunto e diz que Bittar e Vagner estão entre seus melhores amigos.

Garantia

O governador Tião Viana recebeu ontem, 20, no Ministério da Saúde, em Brasília, a garantia de que seu governo será atendido pelo governo federal em pelo menos três pleitos importantes para a área da saúde em todo o Estado.

Compromisso primeiro

Em reunião com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Adeilson Loureiro Cavalcante, o governador acreano ouviu que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruzeiro do Sul, cujas obras estavam paralisadas por falta de liberação de recursos, será concluída ainda este ano.

Compromisso segundo

Também haverá a liberação de recursos para ações de combate à malária, doença endêmica no Acre, principalmente na região do Juruá.

Vinte mil

Em relação aos mosquiteiros impregnados para o combate ao mosquito transmissor da malária, serão liberadas 20 mil unidades para o Estado. O pedido havia sido feito ao governo federal por Tião Viana há pelo menos 90 dias. A previsão para entrega é o mês de julho.

Dinheiro lícito

Em resposta às pancadas que recebeu da deputada federal Jessica Sales, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP), teria franqueado a jornalistas do Juruá acesso a documentos internos da administração cruzeirense, que supostamente comprovam o recebimento de diárias de forma ilícita por parte do antecessor, Vagner Sales.

Brasília ou São Paulo?

Vagner Sales recebeu quase R$ 10 mil em diárias para tratar de assuntos de interesse do município na Capital Federal. No entanto, durante o período, o ex-prefeito encontrava-se em São Paulo, mais precisamente no hospital mais conceituado do País, o Sírio Libanês.

Atendimento médico

Foi no dia 21 de novembro de 2014. De fato, no dia anterior, Vagner Sales estivera em Brasília, mas teria se sentido mal na Capital Federal e viajado a Sampa para ser atendido no Sírio Libanês, no qual uma simples consulta não sai por menos de R$ 1,8 mil. A diária de um dos apartamentos onde ele se internou chega a custar, atualmente, R$ 5 mil.

Cirurgia cardíaca

Enquanto estava em São Paulo, mas com as diárias como se estivesse em Brasília, Vagner Sales foi submetido a uma cirurgia para normalizar o fluxo sanguíneo de duas artérias obstruídas do coração.

Dinheiro na conta

Como a internação de Vagner em São Paulo se estenderia até o 29 de novembro daquele ano, o então prefeito prolongou sua falsa estadia em Brasília, recebendo assim um valor próximo de R$ 8 mil.

Duas parcelas

O pagamento foi realizado em duas parcelas: a primeira, correspondente ao período de 15 a 22 de novembro, e depois, num segundo empenho, de 23 a 29 de novembro de 2014. Diárias pagas como se o prefeito estivesse em Brasília, e não em São Paulo.

Irregularidade

O site Juruá em Tempo anotou: “Diárias recebidas de modo irregular foi apenas mais um dos instrumentos utilizados para seu enriquecimento exponencial nos seus anos de política”.

Vale um milhão!

Segundo matéria já publicada pelo Juruá em Tempo, foram cerca de R$ 1 milhão em diárias. Quanto ao enriquecimento ilícito, há indícios substanciais que já valeram inclusive, o bloqueio de parte de seus bens pelo MPF.

Visitas

Foto: Da Assessoria

O pré-candidato ao governo do Acre pelo PT, Marcus Alexandre, segue visitando os municípios do Acre e esta semana cumpre agenda em Cruzeiro do Sul, onde já caminhou em mais de 10 bairros a pé, entrando de casa em casa, conversando com os moradores, conhecendo a realidade de cada localidade.

Por nome

Entre os bairros cruzeirenses visitados por Marcus Alexandre, estão: Miritizal, Cohab, Telégrafo, Mutirão da Cohab, Aeroporto Velho, Remanso, Alumínio, Várzea e João Alves.