Governo renova contrato de trabalho de mais de 200 agentes socioeducativos

Agentes socioeducativos terão mais um ano de prestação de serviços à instituição, com a missão principal de promover a ressocialização de adolescentes – Foto: Val Fernandes

A noite de quarta-feira, 4, foi de alegria para mais de 200 agentes socioeducativos que atuam nos centros de internação de Rio Branco, Sena Madureira, Feijó e Cruzeiro do Sul. No auditório da Secretaria de Estado de Educação (SEE), eles assinaram o termo aditivo de contrato de prestação de serviços temporários, em conformidade com o processo seletivo simplificado previsto pelo edital número 001/2016.

A renovação do contrato se deu por meio do Instituto Socioeducativo (ISE) e Secretaria de Estado da Gestão Administrativa (SGA). De acordo com o diretor-presidente do ISE, Rafael Almeida, isso é resultado de muito esforço por parte do governo, que vem demonstrando ao longo dos últimos anos seu compromisso com as medidas socioeducativas. “Ficamos muito felizes com essa conquista, que só reforça o reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido por esses agentes, que agora vão se manter nos seus postos de serviço”, pontua.

A secretária adjunta de Humanização Elineide Meirelles representou a SGA durante o evento e deixou um recado a todos os agentes, familiares e convidados presentes: “Nós encontramos muitos nãos na vida, mas sempre buscamos perseguir o sim e as possibilidades. E esse momento representa muito bem isso, garantia de emprego mesmo num ano em que ainda se fala tanto em crise. Sem dúvidas, nós temos um governo comprometido, sim, com o servidor”.

De Rio Branco, o agente socioeducativo Manoel Mendes comemorou. “Estou muito satisfeito e alegre por continuar nesse trabalho, com o qual tenho me identificado e que tem me proporcionado experiências marcantes para minha trajetória profissional.”

Já Cirlene Nunes representou a unidade socioeducativa Purus. Na oportunidade, ela resumiu o sentimento de todos em uma palavra: gratidão. “Este era um momento esperado por todos nós, para que pudéssemos ter a continuidade deste trabalho. É algo que nos deixa até emocionados porque trabalhar com a ressocialização de adolescentes e jovens é um motivo de satisfação e que tem nos engrandecido como pessoas, porque eles também nos ensinam muito com as experiências deles”, disse.

Os agentes socioeducativos terão mais um ano de prestação de serviços à instituição, com a missão principal de promover a ressocialização de adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, de modo a lhes assegurar a execução de todas suas garantias por direito.

Agência Notícias do Acre