Governo inaugura em Brasileia Centro Socioeducativo Alto Acre

Com a nova unidade, o Acre terá oito centros, sendo quatro deles na capital, um em Sena Madureira, um em Cruzeiro do Sul e um em Feijó – Foto: Fernando Oliveira

Com capacidade para acomodar 50 internos, o Centro Socioeducativo (CS) Alto Acre foi inaugurado ontem, em Brasileia. Com a nova unidade, o Acre terá oito centros, sendo quatro deles na capital, um em Sena Madureira, um em Cruzeiro do Sul e um em Feijó – inaugurado no mês passado.

O governador Tião Viana vem fortalecendo o sistema socioeducativo, adotando uma política de valorização dos profissionais, investindo na estrutura física das unidades e firmando parcerias com setores públicos e privados, proporcionando oportunidades de aprendizado e profissionalização visando a ressocialização e a mudança de vida para os adolescentes em cumprimento de medidas.

“Os adolescentes acreanos merecem toda a atenção do Estado. O Brasil vive um período de crise, mas aqui no Acre fazemos um esforço grande pelo sistema socioeducativo, oferecendo uma segunda oportunidade aos jovens a fim de não perdê-los para o narcotráfico, nosso maior inimigo”, disse Tião Viana.

O CS do Alto Acre vai promover ações como o projeto Som da Liberdade, além de cursos profissionalizantes e práticas esportivas. As novas unidades inauguradas buscam ampliar vagas, a fim de evitar problemas relacionados à superlotação. “Isso permite à equipe multidisciplinar do ISE [Instituto Socioeducativo] um trabalho mais eficiente”, declara o diretor-presidente do ISE, Rafael Almeida.

A promotora de Justiça do Ministério Público de Brasileia, Fátima Ribeira, disse que essa unidade tem como um de seus objetivos obedecer ao que a lei determina.

“Uma forma de reintegrar o adolescente à sociedade é o cumprimento do internato imposto pela justiça em um local próximo à família do menor”, pontuou Ribeira.

Agência Notícias do Acre