Governo entrega mais 200 títulos definitivos para moradores de Rio Branco

Em todo o Acre são 44 mil títulos definitivos urbanos e rurais entregues, com a expectativa de alcançar 60 mil até o final de 2018 – Foto: Val Fernandes

Em mais uma etapa do projeto de regularização fundiária, o governo do Estado entregou na tarde de quinta-feira, 11, mais 200 títulos definitivos de propriedade para os moradores do bairro Vila Nova, em Rio Branco.

Foi a primeira entrega de títulos de 2018, neste projeto do governador Tião Viana que só em sua gestão já chegou a impressionante marca de mais de 44 mil títulos definitivos urbanos e rurais entregues, com a expectativa de alcançar 60 mil até o final de 2018.

Segundo o presidente do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), Glenilson Figueiredo: “esse programa começou em 2001 com a criação do Iteracre e agora fortalecido em 2011 com o governador Tião Viana, que investiu, potencializou e deu força para seu grande sucesso em todo o Acre”.

O governo do Estado já investiu mais de R$ 25 milhões na regularização fundiária, além de dispor de duas emendas parlamentares: do senador Jorge Viana, no valor de R$ 350 mil, e do deputado federal Léo de Brito, também de R$ 350 mil. A prefeitura de Rio Branco também é uma importante parceira neste trabalho na capital que começou ainda em 2016.

O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, esteve presente e ressaltou o significado de ver famílias conquistando a “certidão de nascimento” de suas propriedades. “Só tenho a agradecer ao governo do Estado pelo trabalho. É um momento de alegria para nós porque a regularização fundiária é a certidão do imóvel, um documento importante para as famílias”.

O título é ainda a porta de entrada para outras políticas públicas, como, por exemplo, os financiamentos bancários e o direito garantido à herança.

Entre as beneficiadas está a senhora Maria Rosa da Silva, de 77 anos, moradora do bairro desde 1979. Emocionada, ela considera receber o título uma graça de Deus. “Foi uma bênção. Eu sofri com medo do meu terreno não tá mais no meu nome, então eu fui atrás do meu título. E agora ele tá aqui, no meu nome. Glória a Deus!”

Agência Notícias do Acre