Governo determina reforço de policiamento ostensivo na capital

Foi determinado o reforço do policiamento ostensivo na capital e a realização de novas operações integradas entre as forças policiais – Foto: Arquivo Secom

Para alinhamento de ações estratégicas a serem executadas nos próximos dias, o governador Tião Viana esteve reunido ontem com o secretário de Estado de Segurança Pública, Vanderlei Thomas, e o comandante-geral da Polícia Militar do Acre (PMAC), coronel Marcos Kinpara. Foi determinado o reforço do policiamento ostensivo na capital e a realização de novas operações integradas entre as forças policiais.

O secretário Vanderlei Thomas pontuou a necessidade da concentração de esforços por parte das instituições de segurança: “Nós, enquanto operadores de segurança pública, sempre estamos fazendo o planejamento no sentido de que as polícias estejam cada vez mais nas ruas, frente à missão estratégica da qual estamos imbuídos para fazermos o combate à criminalidade”.

A reunião ressaltou também que se mantenha a integração das forças para o melhor enfrentamento. “Apesar de entendermos que há uma dificuldade muito grande por precisarmos fazer a parte que cabe ao governo federal e que enquanto não houver uma decisão forte da União no sentido de ocupação das fronteiras, estaremos sofrendo as consequências do crime que se instalou na busca pelo domínio do narcotráfico. Por isso, as forças continuam unidas, firmes e atuantes”, acrescentou Vanderlei.

A Polícia Militar vem desenvolvendo nos últimos dias oito operações espalhadas no Estado, além das que já são executadas diariamente pelos batalhões das regionais.

De acordo com Kinpara, um novo cronograma será posto em prática, incluindo o aumento do policiamento com motocicletas e operação com o Batalhão de Operações Especiais (Bope). “Há todo um esforço sendo feito no intuito de que haja uma atuação da polícia bastante rigorosa, apesar de todas as dificuldades. Aumentaremos o policiamento com motocicletas, porque entendemos que é uma medida eficiente pela rapidez e agilidade para chegar a todos os lugares”, frisou.

Agência Notícias do Acre