Fecomércio: 27 anos de contribuição ao acreano

Fotos: Assessoria Fecomércio

Em um prédio modesto, localizado na Rua José de Melo, foi criada, em 25 de maio de 1990, a primeira sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC). Desde aquela época, porém, os interesses eram os mesmos: orientar, coordenar, proteger, defender e representar atividades e categorias econômicas do Estado, além de fortalecer o setor do comércio de bens, serviços e turismo, além de desempenhar uma série de funções junto aos representados.

O idealizador, no início da década de 1990, foi o empresário do ramo de autopeças Itamar Soares de Azevedo, que teve, como motivação, o fato de o Acre ser o único estado da Amazônia a não possuir uma entidade de grau superior, de modo que o empresariado acreano não detinha de interesses defendidos em nenhuma circunstância.

No decorrer destes 27 anos, porém, muito já se foi feito: são 10 sindicatos filiados – quatro deles com base nos municípios de Brasileia, Senador Guiomard, Plácido de Castro e Feijó -, e o restante, representados na própria capital. Aliás, os sindicatos têm um papel de suma importância junto à entidade: fazem um trabalho mais aproximado junto aos empresários, com o objetivo de ouvir o segmento, analisar as necessidade e, ainda, mobilizar e estimular novas iniciativas.

Pesquisas que apontam o cenário econômico local

A Fecomércio/AC realiza, periodicamente, pesquisas ligadas ao cenário comercial e econômico local, por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), que pode articular-se com outras organizações correlatas, instaladas em qualquer ponto do território nacional ou internacional. Atualmente, desenvolve trabalhos de pesquisas e sondagens de mercados, especialmente para o comércio de bens e serviços do varejo, instalados ou em potencial.

“A cada ano, buscamos superar novas metas, novas possibilidades. Tentamos oferecer, através das instituições como o Sesc e o Senac, serviços de qualidade”, destaca o presidente Leandro Domingos

Os trabalhos desenvolvidos e divulgados pelo instituto têm os dados levantados de forma primária, no mercado local, bem como, em menor frequência, em fontes secundárias. Atende à Fecomércio/AC em grande parte das demandas da imprensa local relacionadas à análise e interpretação de indicadores da economia, sobretudo daqueles que direta ou indiretamente sejam considerados importantes para o entendimento do público do Acre.

Vagas de estágio

A Fecomércio/AC presta auxílio, ainda, a estudantes por meio do Serviço de Integração de Estágio Profissional (Siep), criado justamente com o objetivo de oferecer ao empresário um serviço de qualidade, segurança e credibilidade do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac.

Os estágios são ofertados a estudantes de ensinos médio e superior, conforme legislação.

Assessoria legislativa: demandas dos comerciantes aos empresários

A Fecomércio defende, ainda, os interesses do setor do comércio acreano e, dispõe, para isso, de uma Assessoria Legislativa que representa a classe empresarial nas esferas federais e estaduais. Além disso, a Assessoria Legislativa participa da Reunião da Renalegis (Reunião de Assessores e Legislativos em Brasília), que discute as proposições de interesse dos empresários do comércio.

O governador do Estado, Tião Viana, também tece elogios à entidade: “São 27 anos de Sistema Fecomércio no estado e nós, enquanto governo, só temos a agradecer a parceria e apoio permanente da Federação, que possui uma função muito relevante para a economia e o desenvolvimento social do Acre”, diz.

“Só temos a agradecer a parceria e apoio permanente da Federação, que possui uma função muito relevante para a economia e o desenvolvimento social do Acre”, afirma o governador Tião Viana (E)

Na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), a Fecomércio/AC também atua de forma veemente. O presidente da Casa, Ney Amorim, relembra que a Aleac representa todos os segmentos da comunidade acreana. “E o setor comercial é um dos mais importantes, porque gera uma grande quantidade de empregos em nosso Estado e contribui de forma fundamental para o desenvolvimento do Acre. A Federação do Comércio do nosso Estado é uma parceira importante do Parlamento acreano na discussão das matérias que os deputados debatem e aprovam com o objetivo de atender as necessidades desse setor tão importante para os acreanos”, define.

Na Câmara dos Vereadores de Rio Branco, existe um trabalho de que quando há tramitação de algum Projeto de Lei que seja danoso à economia como um todo, o assessor legislativo, junto com o presidente da Federação destacam os prós e contras do texto do PL e elaboram um documento que é enviado aos parlamentares da Comarca que farão parte na Comissão que analisará o PL, pedindo o apoio na rejeição ou aprovação.

Para o presidente da Câmara, Manuel Marcos, esta parceria é de suma importância para a sociedade. “Aproveitamos para parabenizar estes 27 anos, já que a Fecomércio/AC nos ajuda a observar as necessidades dos comerciantes e empresários”, destaca.

Novas metas

“A cada ano, buscamos superar novas metas, novas possibilidades. Tentamos oferecer, através das instituições como o Sesc e o Senac, serviços de qualidade. A Fecomércio nasceu com a missão de contribuir, por meio do fortalecimento dos setores de comércio e serviços, para o desenvolvimento econômico, social e político. Por isso, nesta data em que completamos 27 anos de atuação no Estado, nós estamos mostrando toda a força desse Sistema”. As palavras do presidente da Fecomércio/AC, Leandro Domingos, demonstram o sentimento atual.

Manuel Marcos, presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco: “Aproveitamos para parabenizar estes 27 anos, já que a Fecomércio/AC nos ajuda a observar as necessidades dos comerciantes e empresários”

O presidente ressalta, ainda, o excelente desempenho das duas instituições administradas pela Fecomércio/AC: o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e o Serviço Social do Comércio (Sesc), que compõem o Sistema Fecomércio. Graças ao Sistema, importantes serviços e assistência à comunidade acreana têm sido prestados, além de um atendimento com primazia voltado para os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo.

“Durante os últimos 10 anos, investimentos importantes foram realizados no Sesc e no Senac, ligados à Federação do Comércio, tanto em estruturas físicas, quanto em modernização tecnológica e de processo. Estas duas entidades atuam em áreas onde o governo não atua ou tem atuação modesta. Prova disso é a construção do Complexo de Turismo e Lazer do Sesc em Cruzeiro do Sul, que será inaugurado dia 23 de junho.

Centro de Turismo e Lazer do Sesc em Cruzeiro do Sul

O Sesc priorizou estes investimentos na Cidade de Cruzeiro do Sul pelo fato de ser este, o segundo maior município do Acre e de ainda não dispor presença do Sistema Fecomércio. “Cruzeiro do Sul é um município em expansão e, com a interligação rodoviária com Rio Branco e o resto do Brasil, intensificou suas atividades comerciais. Possui um potencial turístico muito significativo e o Sesc quer ajudar o município a se desenvolver e oferecer a seu povo, uma melhor qualidade de vida”, diz.

A estrutura operacional do Sesc na cidade de Cruzeiro do Sul, vai propiciar, inicialmente, em torno de 80 empregos diretos. “Com certeza, o Sesc dará uma grande contribuição a Cruzeiro do Sul”.

Também no Vale do Juruá, o Senac está em construção, com previsão de conclusão até dezembro, uma moderna escola de formação profissional. “Com capacidade para 1,2 mil alunos. Não fosse a existência do Sistema “S”, estes benefícios jamais chegariam à sociedade, vez que estas atividades não são prioridades dos governos”.

Sesc: atuando pelo bem estar da sociedade

O Sesc/AC atua de modo incisivo na vida dos acreanos, principalmente nas vertentes do turismo, lazer, educação, cultura e saúde. Regido pela Fecomércio, a entidade já mudou a vida de milhares de pessoas, comerciários ou não.

Um dos projetos é o Odontosesc, que leva unidades móveis odontológicas do Departamento Nacional do Sesc. Por meio de convênios com prefeituras, o OdontoSesc já beneficiou milhares de pessoas de baixa renda, atendidas gratuitamente, proporcionando a melhoria da saúde bucal, através de tratamentos odontológicos e campanhas de educação para a saúde. A unidade desenvolve serviços ambulatoriais, campanhas educativas de prevenção e manutenção da saúde bucal, restaurações, serviços de raio X, polimentos, fluoretação, raspagens e extrações. Além de diversos bairros da Capital, o projeto OdontoSesc já atendeu os municípios de Brasiléia (3), Porto Acre, Feijó, Bujari (2), Plácido de Castro, Capixaba, Sena Madureira, Assis Brasil (2), Xapuri (2), Acrelândia. Atualmente, está em Senador Guiomard pela segunda vez.

O Sesc também atua em ações solidárias, como no caso da entrega de 2,5 mil cestas básicas de alimentos no Vale do Juruá durante a cheia do rio Juruá, em março. O trabalho foi feito em parceria com o Acre Solidário e chegou às comunidades Mamoré e Maracanã (Rio Acuraua), aldeias das etnias Yawanauá, localizadas no Rio Gregório: Matrinxã, Yawanari, Mutum, Sete Estrelas, Escondido, Amparo, Timbuço e Katuquina. Além das comunidades rurais dos municípios de Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Porto Walter.

Dentre outros serviços realizados pelo serviço, destaca-se, ainda, o Mesa Brasil: programa que, apenas em Rio Branco, atende a 105 instituições filantrópicas, sendo divididas sistemáticas e eventuais (instituições atendidas quando há um número maior de doação), totalizando cerca de 10.527 pessoas atendidas sistematicamente, entre crianças, adultos e idosos e 1.314 eventualmente. O Mesa conta com a ajuda de voluntários e a parceria de 20 empresas doadoras que contribuiu para arrecadação de 447.195 toneladas de alimentos, que complementou cerca de 5.054 refeições. Além disso, são desenvolvidas ações educativas que incluíam palestras, cursos, oficinas e reuniões.

Senac: transformando vidas

O Senac é um dos principais responsáveis por transformar vidas profissionais. Apenas nos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) e de Habilidade Técnica, são mais de 1,3 mil vagas. A cada formatura, nota-se a emoção, dedicação e determinação. Recentemente, aproximadamente 65 alunos colaram grau em Técnicos em Administração, Recursos Humanos, Secretariado, Redes de Computadores e Informática para Internet. A solenidade contou com a presença de familiares e amigos.

Todos tiveram motivos certos para aderirem a ideia de fazer um curso técnico. Histórias de superação, de pessoas que retomaram seus estudos em buscar de montar um negócio próprio ou até mesmo um destaque na atual vida profissional. É o caso de Raimundo Nonato de Souza Santos, 56 anos, funcionário público na função de serviços gerais, que se formou em Técnico em Informática para Internet, através do Programa Senac de Gratuidade (PSG). Ele destaca a vontade de empreender para buscar novos rumos na profissão, envolvendo toda sua família.

“Quando jovem não tive oportunidades e condições de conciliar família, trabalho e estudos, pois minha renda é que sustenta minha família. Graças ao Senac, tive essa oportunidade, e abracei com todas as forças. Vou montar um meu próprio negócio e envolver minha esposa e meus filhos”, relata.

Com projetos que mudam a vida das pessoas, o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac muda vidas: não apenas dos comerciantes e empresários, mas à toda população.

Assessoria Fecomércio