Estou preparado para mudar a vida dos acreanos para melhor”, diz Gladson Cameli

“Se Deus permitir e essa for a vontade do nosso povo, serei governador de todos, inclusive dos que jogam pedra em mim. Não vou querer saber se o prefeito é de partido A ou B. Vou firmar convênio com todos porque o meu compromisso é com os acreanos. Estou preparado para conduzir o futuro do nosso estado”. Essa tem sido a resposta do candidato a governador, Gladson Cameli, quando questionado sobre a forma de administrar o Poder Executivo, caso seja eleito no dia 7 de outubro deste ano.

Ao longo de 12 anos de atuação parlamentar, na Câmara Federal e no Senado, Gladson foi considerado o campeão em destinar recursos e emendas para todos os municípios do Acre.

“Nunca me pautei por cores partidárias. Após a campanha será hora de descer do palanque e colocar em prática as propostas do nosso Plano de Governo para trazermos melhores condições de vida ao nosso povo. Serei governador de todos, sem distinção partidária. Acabou essa história de perseguição”, tem dito o candidato a governador da coligação Mudança e Competência.

Gladson tem afirmado que, caso eleito, dará transparência as ações governamentais, por meio do acesso dos cidadãos às informações do estado, tornando mais democrática e estreita a relação com a sociedade.

“Vou mostrar como se administra um estado com respeito às pessoas. Vamos fazer essa mudança juntos. Eu sei o tamanho da responsabilidade que está nos meus ombros. Nosso governo será na base do diálogo”, disse Cameli.

O candidato a governador também tem falado sobre o sonho de ajudar a fazer o Acre avançar e dar prosperidade para os acreanos. De acordo com ele, isso será possível a partir de 01 de janeiro de 2019.

“O Estado do Acre tem uma dívida com o seu povo e isso precisa ser corrigido. Nós vamos resgatar e quitar essa dívida. Só tenho Deus e vocês: o povo do nosso lado. Não tenho máquina do meu lado. Não obrigo funcionários a irem balançar bandeiras. O Acre é de todos. Não pertence a um partido. Pertence às famílias acreanas e aqueles que escolherem viver aqui. Por isso, peço um voto de confiança e no dia 07 de outubro confirme 11. Nos ajudem a libertar o nosso estado”, finalizou Gladson.

Assessoria