Dia das Crianças: lojistas da capital aguardam com expectativa o aumento nas vendas de brinquedos

Pais preferem pesquisar o preço antes de comprar os presentes para os seus filhos – Foto de Regiclay Saady

Dell Pinheiro* – O Dia das Crianças, considerado uma prévia do Natal para o setor lojista, já aquece o comércio da capital acreana. Faltando apenas três dias para a celebração da data, comerciantes aguardam ansiosos o aumento nas vendas. A grande maioria acredita que o período será melhor do que no ano passado. Porém, muitos acreanos estão mais cautelosos e preferem pesquisar primeiro antes de comprar.

“A procura pelos presentes para as crianças está aumentando. A expectativa é que possamos ve
nder mais do que no ano passado. Os brinquedos mais procurados são as bonecas e os carrinhos. Acredito que o fluxo maior de pessoas em busca de presentes seja na véspera e na quinta-feira. Vendemos brinquedos a partir de R$ 3 e também facilitamos a forma de pagamento”, destacou Sirleide da Silva, gerente de uma loja de departamentos.

A diarista Soraia Lopes, já se antecipou para não faltar presente para nenhum dos seus três afilhados. “Não deixo para comprar na última hora, prefiro adquirir os presentes alguns dias antes. Gosto de pesquisar antes de comprar, aliás, todos deveriam fazer o mesmo, pois existe diferença de preço sim, às vezes bem significativa. Analisando o valor de um canto para o outro você economiza bastante”, comentou.

Dia das Crianças

No Brasil, a data surgiu por força de lei. Foi criada em 1924, a partir de uma proposta do deputado Galdino do Valle Filho, e oficializada pelo então presidente Arthur Bernardes, que governou o Brasil entre 1922 e 1926. Por quase quatro décadas, entretanto, a data passou meio despercebida, como tantas outras comemorações propostas pelo Legislativo.

O dia 12, porém, não é uma data universal. O dia das crianças é comemorado em mais de 100 países em momentos variados. O mais próximo de uma data “mundial” é o Dia Universal das Crianças, celebrado em 20 de novembro. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para marcar a aprovação, em 1959, da Declaração Universal dos Direitos da Criança.

*dell.81@hotmail.com