Colaboração constante é fundamental para diminuir a violência na fronteira, diz comandante boliviano

Willamis França e Tião Vitor – O subcomandante da Policia Militar de Pando, estado boliviano que faz fronteira com o Acre, Luciano Suarez Valderama, defendeu a colaboração constante das forças de seguranças dos dois países como forma principal para reduzir a violência na região de Fronteira.

Valderrama comanda a força tarefa boliviana que participa neste fim de semana de uma operação conjunta com o Brasil, realizada para combater o tráfico de veículos roubados entre Brasil e Bolívia. A operação acontece na região do Alto Acre, principalmente, nas cidades de Brasileia, Assis Brasil e Epitaciolândia.

“Entendemos que os delitos são transnacionais, ou seja, passam de um país para outro. Para evita-los, é importante que as polícias irmãs se unam de forma coordenada para por fim os eventos devastadores dos agentes delitivos”, disse Luciano Valderrama.

O oficial boliviano lembrou que seu país tem mantido sempre boas relações com as polícias brasileiras no Estado do Acre, o que tem garantido a solução de muitos delitos, principalmente, crimes violentos no Brasil e na Bolívia.

Sobre a operação deste fim de semana, o militar disse que, além de combater o tráfico de veículos, também está sendo possível a apreensão de armas de fogo, armas brancas, tráfico de drogas de cargas controladas e outros produtos ilícitos.

“Para nós, é uma satisfação participar desse tipo de ação com a polícia brasileira.”