Após fuga em massa, mais 12 presos são flagrados tentando deixar presídio de Rio Branco

Iapen informou que vai abrir um procedimento interno para apurar como o grupo conseguiu fazer o buraco e sair da cela. Os presos devem sofrer sanção disciplinar – Foto: Quésia Melo

Após a fuga em massa registra no domingo (6) no presídio Francisco d’Oliveira Conde, mais 12 presos foram flagrados tentando sair da unidade na madrugada desta terça-feira (15). Todos os detentos da cela 5 do pavilhão D.

O diretor do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), Aberson Carvalho, confirmou a tentativa de fuga. Segundo ele, os presos fizeram um buraco na cela e foram flagrados já no solário do presídio.

“Houve essa tentativa de fuga, mas ela foi frustrada pelos agentes e todos estão de volta no pavilhão, mas na questão disciplinar. Eles fizeram um buraco na cela, foram para o solário, mas foram encontrados”, afirmou Carvalho.

O Iapen informou que vai abrir um procedimento interno para apurar como o grupo conseguiu fazer o buraco e sair da cela. Os presos devem sofrer sanção disciplinar.

Na fuga do último dia 6, 11 presos conseguiram deixar a unidade prisional. Eles usaram uma corda ‘tereza’- feita com lençóis emendados – para escalar a muralha da unidade. Todos os detentos eram da cela 22 e fugiram após fazerem um buraco no banheiro.

Até esta terça (15), apenas um dos 11 detentos foi capturado. Após uma denúncia anônima, o Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE) conseguiu localizar o foragido Valdemir de Lima Silva, na sexta-feira (11), na zona rural de Xapuri.

Em menos de 10 meses, mais de 80 foragidos

Em menos de 10 meses, mais de 80 detentos conseguiram fugir de presídios de quatro cidades acreanas, segundo levantamento feito pelo G1. Desde julho do ano passado, foram registradas ao menos 11 fugas.

As fugas ocorreram nos presídios Francisco D’ Oliveira Conde, em Rio Branco, Moacir Prado, em Tarauacá, Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul e 5ª Unidade Prisional, em Feijó.

Portal G1/AC