Aos 100 anos, Cine Teatro Recreio continua exibindo filmes e produções artísticas na capital

Cine sempre abrigou manifestações artísticas como exibições de filmes e apresentações de teatro. Para este ano, cinema já tem 50 exibições programadas – Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Com muita história para contar, o Cine Teatro Recreio é um dos espaços mais tradicionais dos acreanos que já foi palco para diversas expressões artísticas. Localizado em um dos mais belos cartões-postais do Acre, a Gameleira, esse espaço centenário da capital acreana ainda é lugar de encontro e cultura e toda semana tem um filme diferente na tela.

O Cine Teatro Recreio sempre foi palco de manifestações artísticas como exibições de filmes e apresentações de teatro, quando ainda era conhecido como Cine Ideal. Nos anos 20, passou a ser chamado de Cine Éden e só em 1948 ganhou uma nova fachada e foi batizado como lemos nos dias de hoje.

O espaço fica em uma região da cidade atingida pelas enchentes e, por isso, esse patrimônio cultural do estado já passou por diversas restaurações. São 100 anos de história, totalmente ligadas a arte, cultura e, sobretudo, ao cinema.

As características arquitetônicas da época foram mantidas, por dentro, a estrutura ainda é de madeira e os detalhes remetem ao século passado. Na última reforma, em 2010, o cine ganhou um novo espaço de alvenaria para que as enchentes não interrompam as atividades por tanto tempo.

O antigo projetor recepciona a todos e há de se destacar que o Cine Teatro Recreio ainda é espaço de criação, formação artística e de exibição de produções. Na estrutura que foi conservada é possível, por exemplo, participar de aulas de teatro. Os filmes passaram a ser exibidos em outro espaço.

A sala de cinema com mais de 120 lugares faz parte da nova estrutura, inaugurada em 2010. Desde então, o espaço passou a exibir filmes alternativos, aqueles que não circulam nas salas oficiais de todo o país. A programação deste ano já começou.

Nos oito anos em que o cine voltou a funcionar continuamente, centenas de produções foram exibidas. Para esse ano, 50 já estão programadas.

O coordenador do projeto de exibição de filmes alternativos, Marcelo Cordeiro, fala sobre a importância do cine.

“A proposta é um filme por semana, por exemplo, na semana que vem teremos outro filme, que também tem cenas filmadas no Acre. Temos desde documentários, ficções, e todos os gêneros, comédia, drama e terror. Então, acho que temos um espaço onde podemos ampliar os horizontes”, explica Cordeiro.

Ele acrescenta que muitas sessões são gratuitas, as desta semana têm ingressos entre R$ 12 e R$ 6. “Convido as pessoas para conhecerem sua cidade e que possam realmente apoiar esse tipo de iniciativa, porque permitem que uma cidade pequena como Rio Branco esteja em circuito internacional e circuito brasileiro. Acho importante que as pessoas participem, apoiem e desfrutem desse cinema e que ele sempre esteja conectado ao resto do mundo”, disse o coordenador.

Portal G1/AC