Adequação no corredor de ônibus da avenida Brasil vai melhorar a mobilidade e oferecer mais segurança a pedestres

Ciclofaixa, fim dos conflitos de trânsito, manutenção da arborização, novas possibilidades de contorno e plataforma de desembarque no lugar certo estão entre os benefícios da obra

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Rio Branco (RBTRANS) apresentou nesta quarta-feira, 4, as vantagens da adequação do corredor de ônibus da Avenida Brasil no trecho entre a Avenida Ceará e o Terminal Urbano. De acordo com o superintendente Gabriel Forneck, a nova Avenida Brasil contará com ciclofaixa em um trecho de sua extensão, interligando o segundo distrito com a ciclovia do Parque da Maternidade, uma novidade importante para o Centro de Rio Branco. “Além disso, a intervenção não implicará na mudança dos pontos de táxi e mototáxis, os quais permanecem no local onde estão”, explicou Gabriel Forneck, observando que os conflitos todos serão eliminados.

O mais importante, garante o superintendente, é que a mudança põe fim a uma série de conflitos no trânsito da região, proporcionando ganhos de fluxo relevante porque será permitida a conversão da Avenida Brasil para a Rua Marechal Deodoro, manobra arriscada que atualmente é proibida, mas que devido à praticidade vem sendo executada mesmo com o alto número de multas aplicadas aos motoristas no local.

Os veículos também poderão entrar pela Rua Quintino Bocaiuva, que é uma conversão proibida pelo formato atual, medida que trará importante de fluxo e tempo nas viagens que tem como destino a Avenida Ceará naquele ponto a partir da Avenida Brasil. “Outro ponto importante é que a Avenida Brasil é uma via que tem muitas árvores, mas as adequações foram planejadas de modo que nenhuma delas será removida”, informou Forneck. Em alguns dias a empresa responsável pela obra começa o asfaltamento.

O corredor de ônibus da Avenida Brasil está sendo adequado ao sentido correto de desembarque de passageiros. A plataforma antiga foi demolida para ceder espaço ao fluxo de veículos que será conduzido, com as obras, ao sentido favorável. Com a intervenção, os passageiros vão desembarcar pelo lado certo do corredor de ônibus e os dois pontos de conflito serão eliminados na travessia da rua pela plataforma e no acesso dos ônibus no Terminal Urbano e na esquina da Avenida Brasil com a Rua Marechal Deodoro. As intervenções não mudam os acessos dos moradores ou dos comerciantes. Estacionamentos e garagens não foram afetados pela intervenção.

As obras são executadas pela Secretaria Municipal de Obras, com apoio da RBTRANS. Os recursos são oriundos de emenda parlamentar do senador Jorge Viana e devem ser concluídas até o início de novembro, conferindo mais segurança e eficiência ao trânsito no Centro de Rio Branco em sua totalidade. Enquanto não for concluída a intervenção, os ônibus que utilizam o corredor exclusivo da Avenida Brasil trafegam pela Avenida Ceará, onde os passageiros podem desembarcar e também chegar ao Centro rapidamente. A intervenção prevê também a instalação de redutores de velocidade para os ônibus que irão trafegar pela Avenida Brasil.

Para esclarecer o objetivo das obras, a RBTRANS distribuiu panfletos com detalhes do projeto e um mapa da intervenção. Nos próximos meses outras readequações serão realizadas nas adjacências visando complementar a intervenção na Avenida Brasil. Para tirar dúvidas ou obter melhores informações os interessados podem se dirigir à RBTRANS, na Rodoviária Internacional de Rio Branco, ou ligar 3214-3304 (ou enviar e-mail para revi.rbtrans@riobranco.ac.gov.br).

Ascom PMRB – Foto: Assis Lima