Acreano descobre na medicina natural efeitos positivos contra anemia e doença falciforme

No Acre, 340 casos da doença (entre crianças e adolescentes) foram diagnosticados – Fotos: Cedidas

Por Dell Pinheiro – dell.81@hotmail.com – A cura de doenças através de plantas e ervas sempre foi um tema muito debatido em toda a sociedade. Aliás, a utilização dos recursos oferecidos pela natureza para a cura de algum tipo de enfermidade é algo que deve ser avaliado de forma mais ampla, sobretudo no aspecto positivo. No Acre, o estudo fitoterápico, que para muitos é eficaz, sempre foi baseado no conhecimento dos “antigos” e dos nativos que habitam a floresta. Na capital, uma fórmula criada por um acreano e que promete a cura da falciforme, doença genética e hereditária, caracterizada por uma alteração anatômica nos glóbulos vermelhos, está sendo objetivo de estudo científico.

O fitoterapeuta Donato dos Santos, que ajudar na divulgação do suplemento alimentar, assim como o definem, falou que a ideia de elaborar o medicamento natural ocorreu em 2015. “O pesquisador tem quatro filhos, três são portadores de doença e anemia falciforme. Ele relata que por causa do desespero que vinha passando junto com sua família, Deus iluminou seus caminhos através de um sonho que teve, onde era repassada uma fórmula, uma receita com produtos naturais. No começo ele foi a cobaia do próprio experimento, utilizando-o por cerca de 17 dias. Depois, que viu os efeitos positivos, começou a administrar em suas filhas. Logo após 45 dias viu resultados satisfatórios”.

De acordo com Santos, o criador da fórmula garante que há um ano suas filhas não gripam e as dores insuportáveis que sentiam nas articulações sumiram. Ele afirma que as crianças que fazem uso do suplemento têm melhoras em seus quadros clínicos de até 90%. Donato também ressaltou que a falta de recursos é uma das principais dificuldades para a expansão de pesquisas e estudos que comprovem a eficácia do produto. “Com um ano e meio de batalha, ouve um interesse tanto da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac) como da Universidade Federal (Ufac) para estudar cientificamente o produto para comprovar seus benefícios. Agora, tomando esse rumo, dentro de alguns meses ou anos, teremos a comprovação do suplemento intitulado HFD 57”.

O diagnóstico da doença falciforme é realizado através do teste do pezinho

Sobre a doença e anemia falciforme

É uma das doenças genéticas e hereditárias mais comuns no Brasil. É causada por uma modificação no gene (DNA) que, em vez de produzir a hemoglobina A, de adulto, produz em seu lugar outra hemoglobina diferente chamada S. Esta mutação ocorreu no continente africano e apresenta altas incidências na África, Arábia Saudita e Índia. No Brasil tem presença significativa com maior incidência na população afro descendente. A anemia falciforme é predominante em negros, mas que pode manifestar-se também nos brancos. Ela se caracteriza por uma alteração nos glóbulos vermelhos, que perdem a forma arredondada e elástica, adquirem o aspecto de uma foice (daí o nome falciforme) e endurecem, o que dificulta a passagem do sangue pelos vasos de pequeno calibre e a oxigenação dos tecidos.