A importância de doar órgãos

Nada menos que cinco pessoas que aguardavam por órgãos em fila de espera no Acre tiveram a vida salva. Isso ocorreu após a família de um único doador autorizar, no último fim de semana, os transplantes de um fígado, dois rins e duas córneas. Não é incomum casos de uma pessoa poder fazer tantas doações. Um mesmo doador pode salvar até oito vidas.

Por isso é tão importante que os cidadãos sejam solidários e tornem-se doadores de órgãos e tecidos. Não é necessário deixar nada por escrito, basta informar aos parentes o seu desejo. A doação só se efetiva após a autorização familiar documentada. Podem ser doados rins, coração, pulmões, fígado, pâncreas e tecidos, córneas, pele e ossos.

Vale lembrar que o Acre tem avançado bastante nessa área, e o Estado é o único da Amazônia que realiza transplantes de fígado regularmente. Além disso, o governo tem atuado para dar início aos transplantes de pâncreas em breve. Portanto, basta apenas que mais pessoas se sensibilizem e também comecem a se tornar doadoras, proporcionando, assim, que tantas vidas sejam salvas!