Sindicato das Indústrias Gráficas mantém sua diretoria

De acordo com o presidente do Sindigraf, José Afonso, a reunião que foi realizada não seguiu os preceitos do estatuto da entidade e assim não há como acatar as suas decisões – Foto: Assessoria FIEAC/Arquivo

Surgiu recentemente na mídia a notícia de que o Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Acre – Sindigraf – sofrera a destituição de sua diretoria.

A notícia correu por causa de uma reunião ocorrida no dia 7 de janeiro, no Hotel Pinheiro, com a participação de alguns empresários do setor, que tencionavam destituir a diretoria no exercício legal do mandato.

De acordo com a ata da reunião, que foi redigida utilizando a logomarca do Sindigraf, os participantes do encontro, à revelia do estatuto, nomeava a atual vice-presidente Jaqueline Brito como a nova titular do Sindicato dos gráficos.

Ocorre que tudo não passou de um ensaio, pois o que estava por trás da medida era nada mais era do que uma manobra para tentar burlar o Conselho de Representantes da FIEAC e com isso garantir a participação da empresária Jaqueline Brito – com o direito ao voto nas eleições da FIEAC -, na votação que acontecerá no próximo dia 14.

De acordo com o presidente do Sindigraf, José Afonso, a reunião que foi realizada não seguiu os preceitos do estatuto da entidade e assim não há como acatar as suas decisões, até mesmo porque as decisões tomadas não representam efetivamente todo o setor, além de que boa parte dos participantes da referida reunião não estavam em gozo pleno de seus direitos sindicais.

“Temos que manter o diálogo, não podemos tomar decisões por impulso ou visando interesses pessoais. O Sindicato é uma entidade que existe para defender os empresários do setor, e assim, temos que ter sempre como prioridades as causas coletivas,” afirmou José Afonso.

De acordo com assessor da Federação das Indústrias consultado pela reportagem, o representante do Conselho de Representantes que têm o direito de votar nas eleições da FIEAC, não pode ser indicado por uma simples assembleia, pois de acordo com o Estatuto do SIndigraf, este representante – que cumpre mandato fixo – já foi eleito nas suas últimas eleições, e assim, a sua mudança somente seria possível se houvesse algum impedimento legal do mesmo.

O Sindigraf é o Sindicato que representa as indústrias do setor Gráfico do Estado do Acre.

Da Redação