Sebrae promove I Fórum de Educação Empreendedora no Alto Acre

Evento acolheu mais de 100 professores municipais da região em Brasileia – Foto: Assessoria Sebrae

Em parceria com as Prefeituras de Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri, o Sebrae realizou na última terça-feira, 30, o I Fórum de Educação Empreendedora do Alto Acre, um evento que envolveu, aproximadamente, 100 professores das redes municipais de educação da região.

O Fórum iniciou às 17 horas no CEDUP (Centro Estadual de Educação Permanente) de Brasileia e tinha como público-alvo os professores que participam do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP, integrante do Programa Nacional de Educação Empreendedora – PNEE.

Entre as atividades do evento, os participantes tiveram atração cultural, uma palestra magna da mestra em Educação, Luana Carulla, do Sebrae Nacional, e a mesa-redonda “Casos de Sucesso de Educação Empreendedora da Região”.

A analista do Sebrae no Acre, Joelma Mourão, afirma que o objetivo foi proporcionar uma oportunidade de reflexão e troca de experiências sobre o que acontece no Brasil e no mundo em torno da educação empreendedora.  Embora seja realizado pela primeira vez em Brasileia, o Fórum já foi realizado quatro vezes em Rio Branco envolvendo professores que participaram do PNEE.

A diretora técnica Sídia Gomes reforçou que o comprometimento dos municípios com o JEPP é muito importante para o desenvolvimento da educação. “É uma aposta que o futuro dessa região vai ser modificado a partir de programas como esse. O Sebrae se sente honrado com essas parcerias”, comentou Sídia.

Em Brasileia, o JEPP iniciou em agosto com três escolas, contemplando mais de 1.100 alunos. Para a representante da prefeitura de Brasileia, Jane Vasconcelos, a parceria do município com o Sebrae é essencial para acompanhar as atividades que vêm sendo realizadas na área de educação: “A partir desse ensino, vamos0 ter jovens com novos planos, novos projetos e isso só é possível se a prefeitura estiver trabalhando em conjunto com o Sebrae. Estamos falando de uma mudança de mentalidade, onde as pessoas saem do espaço de pensar somente na carreira no serviço público e passam a ampliar as oportunidades. Os resultados têm sido muito bons”.

Outros horizontes

O professor Cleilson Silva leciona na escola Professora Rita Maia, no 2º ano do Ensino Fundamental, em Xapuri. Ele atende alunos com deficiências e, graças à extensão da formação para os professores da região, o material utilizado no JEPP foi primordial para atender as demandas desses estudantes.

“Quando estamos em sala de aula, nos preocupamos em tirar a monotonia do ambiente e com esse material pedagógico, conseguimos fazer com que os alunos participem. Ele participa da criação, do debate e da preparação do experimento. Isso traz um avanço significativo na educação”, disse Cleilson.

No próximo dia 26 de novembro o Fórum de Educação Empreendedora será realizado em Sena Madureira envolvendo, também, professores de Manoel Urbano. “O objetivo é despertar potencialidades e estimular professores engajados no processo de desenvolver a cultura empreendedora”, explica Joelma.

Assessoria Sebrae/AC