Sargento Cadmiel lamenta exclusão de Feijó em pacote de obras do DNIT no Acre

O deputado Sargento Cadmiel (PSDB) saiu eufórico do gabinete do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, na noite desta terça-feira, 12, onde participou de reunião de autoridades do Acre e do Governo Federal, agendada pela deputada federal Mara Rocha (PSDB).

Foto: Agência Aleac

De acordo com o parlamentar, a única nota destoante do evento foi a exclusão da construção de uma ponte sobre o Igarapé Diabinho, em Feijó, e de outras duas pontes que beneficiariam Porto Acre e Xapuri em um pacote de R$ 200 milhões que serão investidos em obras viárias no Estado do Acre.

“Todavia, as notícias não poderiam ser melhores para o Estado do Acre. Os habitantes de Feijó, uma das principais razões de meu mandato, Xapuri e Porto Acre vão lamentar, mas haveremos de buscar alternativas para concretizar este projeto ” comentou.

A ponte do Diabinho, segundo o ministro Tarcísio Freitas, ficou de fora do novo traçado da BR-364 e, portanto, deixou de ser da esfera federal e passou para a jurisdição do município de Feijó. Pela mesma razão o DNIT não poderá construir a ponte ligando Xapuri ao bairro da Sibéria e a ponte de Porto Acre ao bairro do Caquetá.

Freitas explicou que o pacote de R$ 200 milhões contemplará obras de recuperação e conservação da BR-364; reforma da ponte entre Brasileia e Epitaciolândia e reforma da cabeceira da ponte de Tarauacá, além da ponte entre a BR 364 e o município de Rodrigues Alves, em Cruzeiro do Sul.

De acordo com o parlamentar, o ministro garantiu que dentro de aproximadamente 60 dias a ponte entre Brasileia e Epitaciolândia ganhará um novo tablado. As demais obras terão início com o verão que se aproxima.

Além do ministro Tarcísio Freitas, participaram da reunião o diretor de Infraestrutura Rodoviária, Euclides Bandeira e o superintendente regional interino do DNIT no Acre, Carlos Henrique Moraes.

Representando o Acre, participaram os prefeitos de Brasileia, Fernanda Assem; de Epitaciolândia, Tião Flores; de Xapuri, Bira Vasconcelos; de Porto Acre, Bene Damasceno e de Tarauacá, Marilete Vitorino.

Da Aleac, além de Sargento Cadmiel participou o deputado Luiz Gonzaga (PSDB). A bancada federal do Acre, além de Mara Rocha, reuniu os senadores Márcio Bittar e Mailza Gomes e os deputados Alan Rick, Vanda Milani e Jesus Sérgio. Pelo Poder Executivo participaram o governador Gladson Cameli e os secretários da Casa Civil, José Ribamar Trindade; da Fazenda, Semírames Dias; da Saúde, Allysson Bestene e da Controladoria Geral do Estado, Rui Oscar de Souza Abrantes.

Da Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *