Réplica

Foto: Reprodução TV Juruá

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP), colocou a irmã, Idelcleide Cordeiro, chefe de gabinete da prefeitura, para explicar os gastos (quase 5 milhões de reais) com uma ONG que se diz especialista em meio ambiente e desenvolvimento sustentável.

Põe aqui, tira dali

Feita por um site local, a denúncia teve grande repercussão na segunda maior cidade do Estado. Isso porque enquanto a ONG (contratada para dar tratamento adequado ao lixo domiciliar, segundo a versão oficial, recebe uma montanha de recursos públicos), Ilderlei tratou de aprovar na Câmara de Vereadores uma taxa pelo recolhimento dos detritos domésticos.

Direito de resposta

Ante a denúncia, a assessoria de imprensa do gestor cruzeirense tratou de enviar nota ao veículo denunciante, pedindo direito de resposta – no que foi prontamente atendida.

Às claras

Trecho do texto encaminhado ao portal de notícias diz o seguinte: “[Idelcleide] destacou que os serviços de limpeza urbana e predial dos setores da saúde e educação são executados atualmente pela ONG CBCN, que recebe os recursos repassados pela Prefeitura. Todos os valores são acessíveis à população no Portal de Transparência do município”.

Aprovação

A irmã do prefeito também fez questão de ressaltar que “todos os valores” gastos atualmente com a limpeza pública no município foram aprovados em votação na Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul.

Custos

Segundo a nota, os custos da manutenção da limpeza urbana e coleta de lixo dobraram em relação às gestões passadas por dois motivos: a legalização trabalhista dos servidores encarregados dos serviços e a ‘transformação’ ocorrida no antigo lixão da cidade, alvo de uma ação do Ministério Público.

Boi na linha

Ocorre, porém, que a chefe de gabinete da prefeitura não mencionou outros detalhes da denúncia, segundo a qual a ONG CBCN mantém um site sem quaisquer informações sobre sua expertise nos temas em que se diz especializada.

Tudo muito estranho

Tampouco mencionou o fato de que a entidade tem como endereço o estado de Minas Gerais.

Prefeito de muita fé

Esta coluna, ante o imbróglio, resolveu também vasculhar o portal da transparência da prefeitura de Cruzeiro do Sul e descobriu que a generosidade do atual prefeito se estende, também, a representantes da religião que ele abraçou.

Discrepâncias

Conforme comprova o print mostrado aí acima, em 2017, o prefeito Ilderlei Cordeiro autorizou repasse de R$ 30 mil para a Associação dos Ministros Evangélicos do Acre, ao passo que destinou a Associação Agroextrativista do Rio Liberdade recebeu a mixaria de R$ 4 mil.

Mais desigualdades

Neste ano de 2018, o alcaide do PP aumentou a verba dos ministros evangélicos para R$ 40 mil. Em compensação, a Associação dos Produtores Rurais e Pequenos Pecuaristas recebeu uma ‘esmola’ de R$ 3,6 mil, conforme se pode ver na imagem acima tirada do portal da transparência da prefeitura cruzeirense.

Tem mais!

A denúncia feita ontem, 1º, pelo portal mencionado, também fala da insatisfação dos vereadores quanto aos repasses do fundo constitucional a que tem direito o legislativo municipal.

Nada a declarar

Sobre o assunto, a chefe de gabinete da prefeitura preferiu não dizer uma só palavra. Até porque se sabe que a insatisfação é de todos os vereadores – incluindo aí, óbvio, os integrantes da base de sustentação de Ilderlei na Câmara.

Bico fechado

O autor da denúncia também citou o fato de que o parlamento local ainda não recebeu a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), que deveria ter sido encaminhada à Câmara no mês passado. Idelcleide também não disse nada a respeito do tema.

Moro será ministro

O juiz federal Sérgio Moro aceitou o convite de integrar o governo de Jair Bolsonaro (PSL) como ministro da Justiça. A notícia bombou nos veículos de comunicação de todo o país nesta quinta-feira, 1º.

Presentaço

A ex-primeira-dama do município de Senador Guiomard, Mailza Gomes (PP), esposa de James Gomes, esteve em Brasília para se ambientar no novo local de trabalho. Suplente do governador eleito Gladson Cameli, ela assumirá o mandato a partir de janeiro de 2019.

Discurso bonito

Em um encontro com a senadora Ana Amélia (PP), Mailza prometeu exercer o restante do mandato em prol do desenvolvimento econômico, das causas sociais e em defesa da família.

Bandeiras

Segundo a assessoria da futura senadora, ela fará um trabalho em sintonia com o governador eleito Gladson Cameli. Suas principais bandeiras de atuação serão a conclusão da ponte sobre o Rio Madeira, a reconstrução da BR-364 e da ponte sobre o Rio Acre em Brasileia e a liberação de recursos para as prefeituras do Estado. Vamos aguardar.

Passarinho azul

A deputada estadual Eliane Sinhasique (MDB), que fracassou em sua tentativa de reeleição para o cargo, apresentou na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), ontem, projeto de lei que normatiza a criação de pássaros no Acre.

Lição política

Contrafeita com o resultado das urnas, a deputada emedebista deve ter chegado à conclusão de que mais vale um pássaro na gaiola do que dois voando…