Prefeitura e 4º BIS instalam placas de alerta sobre limpeza de igarapés em Rio Branco

Homens do 4º BIS, Defesa Civil e agentes ambientais estiveram na manhã desta quarta-feira, 12, na Travessa Coelho, no bairro Areal, para promoverem a consciência ambiental dos moradores – Foto: Fagner Delgado

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMEIA) e da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC), o 4º Batalhão de Infantaria de Selva estão instalando placas alertando contra o lançamento de lixo e entulho nos igarapés que cortam a zona urbana da capital. A ação, mais um desdobramento da Operação Inverno 2018, começou pelo Igarapé do Almoço. Homens do 4º BIS, Defesa Civil e agentes ambientais estiveram na manhã desta quarta-feira, 12, na Travessa Coelho, no bairro Areal, para promoverem a consciência ambiental dos moradores. No começo deste mês de dezembro a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR) e a Diretoria de Meio Ambiente do 4º BIS realizaram a limpeza e desobstrução do Igarapé do Almoço, removendo, em apenas 100 metros do riacho, cerca de 30 metros cúbicos de resíduos sólidos –muito lixo plástico, carcaças de veículos, móveis e eletroeletrônicos.

O Igarapé do Almoço faz parte da Bacia Hidrográfica do Igarapé Judia e corta uma grande região composta por bairros Vila Acre, Comara e Triângulo, entre muitos outros. O curso do Almoço estende-se desde o Posto da Polícia Rodoviária Estadual, na Via Chico Mendes, até a sua Foz no Judia. “Agradeço a prefeita Socorro Neri e essa equipe que está aqui hoje no nosso bairro. A prefeita está há pouco tempo e já fez muito. Se não fosse a limpeza que realizaram, este igarapé teria transbordado e invadido as casas daqui na última chuva”, disse o comerciante Ocinaldo Pinto Venâncio, que mantém uma pequena banca de frutas às margens do Almoço na Travessa Coelho. “O 4º BIS tem prazer em atuar nesta parceria com a Prefeitura de Rio Branco. Nosso trabalho é colaborar para que os igarapés sejam limpos”, disse Vander Donizete, oficial que comanda a Diretoria de Meio Ambiente do 4º BIS e que vem prestando os mais relevantes serviços para a sociedade acreana no cuidado com os mananciais e cursos d´água. “Esta é mais uma ação concomitante à Operação Inverno que reduz os impactos do período chuvoso. Em paralelo, realizamos educação ambiental nas escolas locais”, explicou Paola Daniel, secretária de Meio Ambiente de Rio Branco. Paola Daniel acredita que pelo menos 50 placas devem ser instaladas nos igarapés da cidade.

O que é a Operação Inverno 2018?

Criada por determinação da prefeita Socorro Neri, o objetivo da Operação Inverno 2018 é minimizar os impactos do período chuvoso na infraestrutura urbana de Rio Branco. As ações incluem limpeza e desobstrução da rede de drenagem de águas pluviais da cidade, limpeza dos principais igarapés que cortam a cidade, com ênfase para os igarapés Batista, Amaro, Judia e Almoço. Nas escolas das regiões abrangidas por esses riachos vem sendo realizadas atividades de educação ambiental. As prioridades são trechos da Avenida Getúlio Vargas com a Rua coronel José Galdino (na região da Lua Azul), Praça do Juventus, Rua Farroupilha, no bairro Alegria, Rua João XXIII no bairro Alegria, travessa Vilhena com Rua São Salvador, no bairro da Glória.

Além da limpeza e desobstrução de córregos e igarapés, a Operação Inverno 2018, tem também o viés da Educação Ambiental, executada pela secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), que atua nas escolas e bairros, onde a prefeitura executa a limpeza.

Assessoria PMRB