Prefeito é multado em R$ 14 mil pelo TCE e vai demitir servidores e baixar salários em Cruzeiro

Estudo vai fazer levantamento de gastos, diz Ilderlei Cordeiro. Município perdeu quase R$ 600 mil em 2019 – Foto: Anny Barbosa/G1

Com gasto de 58% da receita com pagamento de servidores, a prefeitura de Cruzeiro do Sul vai reduzir o valor da folha salarial para atender as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal. Por estar acima do percentual permitido, o prefeito Ilderlei Cordeiro recebeu multa do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Segundo Cordeiro, na última sexta-feira (1), ele foi surpreendido com uma multa de R$ 14 mil e, ao visitar o TCE, foi notificado para diminuir o valor da folha de pagamento. Por conta disso, o prefeito, além da necessidade de providenciar demissões, vai reduzir.

“O TCE também tornou nulo o organograma do município que foi criado em 2017. Então, é uma situação delicada e vamos ter que rever o organograma do município e aí vão ter várias demissões e reduções salariais”, disse.

Segundo Cordeiro, quando assumiu a prefeitura, o município tinha um gasto com pessoal de 61% e já conseguiu baixar para 57% em 2017 e, mesmo demitindo alguns servidores, ainda encerrou 2018 com 58%. Mas, ainda é preciso reduzir ainda mais esses valores.

“A situação não está fácil, nós estamos precisando contratar pessoas e não demitir. Mas, infelizmente, o índice do município está alto e a receita não está boa. A receita do estado de ICMS em janeiro e fevereiro caiu em quase R$ 600 mil e a gente fica em uma situação muito delicada”, afirma.

Ele afirma que a prefeitura deve fazer um levantamento para saber que providências serão tomadas para evitar prejuízos aos funcionários e na prestação de serviços.

“Está sendo feito um estudo técnico sobre o assunto. Vamos tentar minimizar o máximo o efeito dessas possíveis demissões. Até a próxima sexta-feira (15), com esse estudo pronto, serão apresentadas as providências”, garante Cordeiro.

Portal G1/AC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *