PF apreende mais de 80 quilos de droga em comunidade de Cruzeiro do Sul

Droga estava em um barco que vinha da região de fronteira com o Peru, de onde o carregamento teve origem – Foto: Divulgação/PF

Durante uma fiscalização no Rio Juruá na manhã de ontem, agentes da Polícia Federal apreenderam 52,2 quilos de cocaína, 22,5 quilos de maconha e 5,8 quilos de crack em uma pequena embarcação que seguia em direção a Cruzeiro do Sul, interior do Acre. A droga estava em um barco que vinha da região de fronteira com o Peru, de onde o carregamento teve origem.

O barco foi interceptado na comunidade Pucalpa, que fica a duas horas de barco da cidade e estava sendo conduzido por dois homens que conseguiram escapar da ação da polícia.

Os agentes da PF subiam pelo rio em direção aos municípios de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo e, ao chegarem nas proximidades da comunidade Pulcapa, decidiram abordar dois homens que desciam em direção a Cruzeiro do Sul. Ao receber ordem para ancorar, os condutores do barco seguiram para a margem do rio e abandonaram a canoa com a droga.

A Polícia Federal ainda não divulgou as informações sobre o caso para não prejudicar as investigações que estão em andamento com o objetivo de identificar e prender os responsáveis pelo transporte e os proprietários da droga.

Segundo o delegado Fabrício Silva, as ações de fiscalização no Juruá são realizadas constantemente pela Polícia Federal, que tenta combater o tráfico de drogas, o transporte de carnes de animais silvestres e outros crimes na região de fronteira. O Rio Juruá e seus afluentes são consideradas as principais rotas de acesso dos traficantes peruanos e brasileiros que atuam no narcotráfico entre os dois países.

Esta é a segunda apreensão de droga realizada pela PF em Cruzeiro do Sul em apenas dois dias. Na manhã desta quarta-feira (17), foram apreendidos 14,5 quilos de maconha na zona urbana da cidade. A droga foi encontrada em um local onde traficantes tentam se esconder da polícia no final do bairro da Cohab. Nesta operação, que contou com o apoio de policiais civis e militares, um grupo de pessoas que estava no local da apreensão também conseguiu fugir antes da chegada da polícia.

Portal G1/AC