Pensamentos personificados

Foto: Reprodução

Por Mateus Conde (*)

Hoje, resolvi conversar com os meus pensamentos distantes, que há muito estavam adormecidos, mas despertaram e decidiram tornar a mim. Fizemos uma viagem ao passado, revivemos momentos e situações tristes e alegres. Fomos, então, até o presente, e notamos que muita coisa mudou. Mas o foco mesmo foi no futuro. Lá fizemos planos, sonhamos, decidimos o que mudaria e como agiríamos diante dos problemas da vida. Não vou mentir: fizemos tudo isso cheios de incertezas, mas, ainda assim, dizendo a nós mesmos: vamos conseguir, até lá tudo vai ser diferente. A conversa foi ótima, mas os pensamentos não foram embora, eles pediram hospedagem em minha mente e de vez em quando algum deles aparece querendo conversar. Uns são ótimas companhias, me deixam esperançosos e confiantes, outros me incomodam um pouco, pois só sabem falar de medos, insegurança, dúvidas e indefinição. Mas, tudo bem… Eu os aceito e os escuto com atenção, afinal, logo eles vão dormir e eu aproveito para fazer o mesmo. Despedimo-nos com um “Durma bem e até daqui a pouco”. Antes de dormir, conversamos um pouco mais, até que cansamos e, sem perceber, adormecemos.

(*) Mateus Conde está concluindo o curso de Letras Português na UFAC.