Oito participantes são anunciados para o ‘BBB19’; veja quem são

No início da tarde desta quarta-feira (9), o “BBB19“ começou a anunciar os nomes dos participantes da nova edição do reality show. Ao longo da programação da Globo, a lista será divulgada em ordem alfabética.

O “BBB19” estreia na terça-feira (15) e terá o comando, mais uma vez, do apresentador Tiago Leifert. A seleção para os candidatos ao prêmio de R$ de 1,5 milhão aconteceram em 12 cidades.

Em seu Twitter, Boninho, diretor do programa, informou que os 18 integrantes da casa já estavam confinados.

Veja quem estará no ‘BBB19’:
Gustavo, 37 anos, de São Paulo

Gustavo, de 37 anos, é oftalmologista e nascido e criado em São Paulo, de onde não pretende sair. Quando cursava Endocrinologia, aos 24 anos, foi diagnosticado com uma grave doença que praticamente o fez perder a visão de ambos os olhos. Um ano depois, conseguiu fazer um transplante de córneas e decidiu trocar o curso para Oftalmologia.

Há 10 anos trabalhando em um hospital, Gustavo diz que é apaixonado por velhinhos e é muito apegado à família: a mãe, uma instrumentadora cirúrgica, o pai, ginecologista e o irmão, também médico.

Gustavo conta que adora se cuidar e praticar esportes, mas que principalmente é muito vaidoso. “Me deixa sem água, sem comida, mas o meu cabeleireiro vai ter que entrar lá”, brinca.

Se considera amoroso, atencioso, brincalhão, festeiro e agitado, mas não foge de um barraco e detesta barulho ao acordar. Apaixonado pelo “BBB”, já se inscreveu mais de 10 vezes e gostaria de entrar mesmo se não houvesse prêmio.

Gabriela, 32 anos, de São Paulo

Gabriela, de 32 anos, nasceu em São Paulo, mas mora em Ribeirão Preto há dez. Pouco tempo depois da mudança, entrou para uma banda com quatro amigas, na qual toca percussão e canta.

Além disso, ela é artista plástica e produtora audiovisual por formação, e também trabalhar como designer gráfica. Nas horas vagas, ainda dá oficinas de artes para crianças em comunidades da cidade.

Foi adotada por uma família quando ainda era bebê, e hoje seu núcleo familiar é formado por ela, a irmã e a mãe, que considera sua melhor amiga. “Sou muito grata por ter crescido nessa família”. Aos 21 anos quis saber quem eram os pais biológicos, mas não chegou a conhecer o pai, falecido, e de quem acredita ter herdado o DNA artístico, já que ele era sambista.

Ela se considera carismática, empoderada e adora fazer novas amizades. Muito sincera e intuitiva, não teme ir atrás de seus sonhos, mas tem muito medo de errar, o que considera seu maior defeito. Em seu favor, a paulista diz ser competitiva e também sai em defesa de qualquer pessoa ao menor sinal de preconceito ou intolerância.

Decidiu entrar no programa para ganhar o prêmio e dar estabilidade financeira para a mãe. “Sou uma garota que batalhou muito e que vai continuar batalhando muito nessa vida.”

Fábio , 27 anos, do Rio Grande do Sul

Com 27 anos, Fábio é formado em educação física e é atleta de MMA. Praticante de artes marciais desde os 4 anos, coleciona títulos como tricampeão mundial de jiu-jitsu, bicampeão pan-americano, bicampeão europeu e campeão brasileiro, mas seu sonho é vencer o UFC – e o “BBB”.

Para poder se dedicar mais aos treinos e à profissão, mora há cinco anos na academia onde treina, em Porto Alegra, no Rio Grande do Sul, com outros seis lutadores. Por isso, brinca que vive numa espécie de “BBB”. “Durmo no tatame, sou vigiado por câmeras e o mestre está sempre de olho. Nossa convivência é boa, porque são pessoas com o mesmo foco, então nos ajudamos muito”.

Filho único de uma mãe enfermeira e de um pai corretor de imóveis, que ele diz ser seu principal mentor, na época da faculdade fazia bicos como bartender. Por isso, passa os fins de semana com a família, mas frequentemente viaja a trabalha, para lutar ou para participar de seminários de jiu-jitsu.

Ele conta que é namorador, mas que os relacionamentos não duram porque está muito dedicado à profissão. “Mas sou um cara que gosta muito do lance da sedução, de dançar. Isso me atrai e fica difícil segurar”.

Elana, 25 anos, do Piauí

Elana, de 25 anos, é engenheira agrônoma e coleta amostras de solo para análise, mas quer estudar medicina. Nascida em Bom Jesus, no Piauí, ela conta que sua cidade não tinha energia elétrica e água encanada. “Era preciso buscar água no poço, que ficava longe de casa. Minha mãe carregava um latão na cabeça e a gente levava uma garrafa pet”.

Ela saiu de casa aos 14 anos com o irmão ao conseguir uma bolsa de estudos em escola particular na cidade vizinha. Filha de um pescador e de uma comerciante, fãs de “BBB” e principal apoio para sua participação no programa, aprendeu com a família a priorizar os estudos.

Elana conta que tem opinião sobre tudo e personalidade forte. “Tenho garra e sou daquelas mulheres que não abaixam a cabeça”, diz a engenheira agrônoma.

Adora cozinhar, conversar, malhar, dançar e é apaixonada por forró. No “BBB”, ela espera se divertir e contagiar as pessoas com sua alegria. “Quero levar o calor do Piauí para dentro da casa”.

Diego, 30 anos, de Santa Catarina

Mesmo assim, tem uma criação de cavalos, participa de rodeios e já foi campeão nacional.”Cavalo é uma paixão que vem desde criança, mas também um negócio de família”, afirma.

Ele conta que é extrovertido, prático e racional, e diz que é facil de conviver, mas se considera um pouco autoritário e teimoso. Já foi baladeiro e curte sertanejo, mas atualmente prefere um churrasco na fazenda.

“É um sonho antigo entrar no BBB. Me vejo lá dentro há anos, sou fã do programa e acho que posso me dar bem. Estou entrando para ganhar”.

Alan, 26 anos, de Santa Catarina

“Moro com minha mãe, irmã e quatro cachorros. Sou mais esporte do que da noite. Já estou pensando no prêmio”, afirmou o participante em seu vídeo de apresentação.

Nascido e criado em Criciúma, Santa Catarina, Alan tem 26 anos, é administrador e empresário. Montou uma empresa com o pai ainda na época que cursava a faculdade de Comércio Exterior.

Alan diz que está preparado para o jogo e acha que pode se sair bem nas provas de resistência. Para Alan, entrar no “BBB” é a grande chance da vida: “Eu não vou ser só mais um. Não quero ser um desconhecido! E, para isso, tenho que ganhar”.

Carolina, 33 anos, Bahia

Baiana, publicitária e empresária, dona, junto com a irmã, de uma agência de viagens e de um brechó. Aos 33 anos, Carolina mora em Salvador, Bahia, e conta que é uma pessoa do dia, praiana.

Apaixonada por esporte, Carolina é ariana e diz que a única coisa que nunca pode faltar na sua mala de viagem é um par de tênis. Para ela, as atividades físicas que sempre pratica vão ajudar nas provas do BBB. “Prova de resistência é comigo!”, diz.

Comunicativa e alegre, diz que tem personalidade forte e pavio curto, mas também se considera verdadeira e amiga. Tem um leve mau-humor matinal, se irrita com lerdeza e não costuma levar desaforo para casa. “Tento trabalhar minha impaciência na terapia”.

Danrley, 19 anos, Rio de Janeiro

Ele é carioca, tem 19 anos e mora na Rocinha, comunidade localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro. De manhã, se dedica aos estudos. Para ajudar na renda familiar, dá aulas particulares de física. Nos fins de semana, trabalha como vendedor de picolé na praia.

Esforçado e estudioso, diz que corre atrás de seus sonhos, mas também não perde uma boa balada e ama baile funk. Gosta de dançar, mas brinca que este não é seu principal talento. “Já aviso aos meus amigos: se for pra não passar vergonha eu nem vou às festas”.

Se considera bem-humorado, diz que adora conhecer pessoas novas, é amigável e valoriza as relações interpessoais. Mas também que tem opinião forte, não foge de discussões e se considera competitivo.

Filho temporão, Danrley mora com os pais, tem três irmãos e os considera seus melhores amigos. A mãe é Auxiliar de Serviços Gerais e tem o único salário fixo da família. O pai tem um bar na comunidade. Entrar no BBB representa para Danrley a possibilidade de dar uma vida melhor para a família, e até para a sua comunidade.

G1