Kashima Antlers vence o Chivas de virada e pega o Real Madrid na semifinal do Mundial

Gols do time japonês foram marcados por Nagaki, Abe e Serginho, de pênalti – Foto: Reuters

O Kashima Antlers, atual campeão asiático, mostrou sua força neste sábado e venceu por 3 a 2 o Chivas Guadalajara de virada pelas quartas de final do Mundial de Clubes da Fifa, garantindo classificação para a semifinal da competição. O adversário na próxima fase será o Real Madrid. Os gols do time japonês foram marcados por Nagaki, Abe e Serginho, de pênalti. Zaldívar e Pulido estufaram as redes para os mexicanos.

Com a vitória e a classificação confirmada neste sábado, o Kashima Antlers do diretor Zico garante vaga na semifinal do Mundial de Clubes da Fifa. O adversário no próximo dia 19 será o Real Madrid em uma reedição da final da competição de 2016, em Yokohama. Na ocasião, o time japonês fez até um bom jogo, mas acabou derrotado por 4 a 2, com três gols de Cristiano Ronaldo.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo do Kashima Antlers não foi bom. Logo aos dois minutos, Brizuela avançou pela direita, cruzou, a zaga deu espaços, e Zaldívar meteu a cabeça na bola para abrir o placar. O time japonês não demonstrou poder de reação, tentou organizar a marcação e sair nos contra-ataques. O Chivas, que também esteve longe de ser brilhante, quase ampliou aos 45, quando Pineda acertou o travessão.

SEGUNDO TEMPO

Com o placar a favor do Chivas e sem jogar um bom futebol, o técnico do Kashima, Go Oiwa, decidiu mudar a equipe no intervalo. O atacante Leandro deu lugar a Abe. O time japonês recuperou o meio de campo, trabalhou bem a bola, encontrou espaços e logo empatou a partida. Aos quatro minutos, Nagaki deixou tudo igual. Com o domínio do jogo, a virada veio com Serginho cobrando pênalti. O terceiro foi uma pintura, pois Abe recebeu a bola e chutou no ângulo. O Chivas ainda diminuiu em um lance que contou com VAR (árbitro de vídeo, em inglês) para determinar um pênalti a favor dos mexicanos. Pulido cobrou pênalti, Sun-Tae defendeu, mas no rebote Pulido dividiu com a zaga e a bola entrou.

Globoesporte.com