Inútil contagem

Para que contar os dias?
Ao contá-los,
não se tornam mais,
Nem menos.
São esses os dias que temos,
Contando-os ou não,
Estes viveremos.

E os anos,
Para que contamos?
A primavera já tem seus
Planos, e os nossos, vão,
Como chuvas de verão!

Para que contar?
E apressar, e retardar,
E dessincronizar?
Essa vida já tem ritmo,
E não cabe, dela,
Destoar!