Governo de Tião Viana investiu mais de R$ 2 bilhões em obras no Estado

Escola de Gastronomia está entre as obras a serem entregas este mês – Foto: Sérgio Vale

Com 27 obras a serem entregues até fim de 2018, Tião Viana terminará sua gestão com um movimento de mais de R$ 1 bilhão somente nos projetos com participação da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras (Seop) em todo o Acre e mais de R$ 1 bilhão em saneamento com o Ruas do Povo.

Isso representa uma infraestrutura moderna de saúde, educação, segurança e saneamento, entregando qualidade de vida para a população.

“Até o fim de dezembro, temos ainda muito trabalho da Seop junto com as outras secretarias, muitas obras a serem entregues. A gente sente que está cumprindo o dever. Essas ações geraram muitos empregos. Foram oito anos de muito esforço do governador Tião Viana para mudar as características destes setoriais do Estado”, afirma Átila Pinheiro, titular da Seop.

O secretário fez um relato de cada um dos setoriais – educação, saúde, segurança e infraestrutura -, mostrando que o volume de obras foi realmente muito grande, alcançando todas as regionais do estado e contemplando a população.

Na Saúde, serão entregues o Hospital Regional do Alto Acre Wildy Viana, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruzeiro do Sul, mais de 30 leitos de enfermaria no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e o setor de fisioterapia do Instituto de Traumatologia do Acre (Into).

Na Educação, duas escolas na Cidade do Povo e as quadras poliesportivas das escolas Salgado Filho e Jorge Kalume serão entregues. Já na Segurança, também na Cidade do Povo, será concluída a Delegacia de Polícia Civil, que abrigará também a Polícia Militar. Na Cultura, há os museus dos Autonomistas, da Borracha e dos Povos Acreanos, além da Escola de Gastronomia na Cidade do Povo. Há ainda a entrega de mais de 50 casas no Residencial Andirá, completando um ciclo de mais de 14 mil habitações nos últimos oito anos.

Obras de saneamento ambiental integrado em Jordão – Foto: Arison Jardim

Projetos encaminhados

O trabalho realizado nos últimos anos terá continuidade no próximo governo. Há ainda um conjunto de obras prontas para serem iniciadas, com recurso em caixa, esperando apenas o processo burocrático de licitação e contratação.

Na última semana, por exemplo, o governador Tião Viana esteve em Brasília e garantiu, junto ao Banco Mundial, o recurso de R$ 8 milhões para a reforma do bloco de enfermaria do Huerb, obra que irá modernizar ainda mais a estrutura daquela unidade de saúde.

Estão previstos ainda a reforma e ampliação dos hospitais de Mâncio Lima, Acrelândia, Feijó e Sena Madureira. Para a Cidade do Povo, há recursos para a construção da 13ª praça, um quartel para o Corpo de Bombeiros, o Centro Comunitário, o Ecoponto (ponto para coleta seletiva de resíduos) e o Bloco Administrativo.

Na área da Cultura, em breve será dada a ordem de serviço para a reforma da Biblioteca Pública de Rio Branco, além das reformas da Biblioteca de Tarauacá e o Museu de Xapuri.

Resultados

Esta totalidade de obras resulta em mudanças expressivas na qualidade de vida da população acreana. A construção de esgotamento sanitário, redes de água e a pavimentação de vias com o Ruas do Povo e o Programa de Saneamento Ambiental Integrado nos municípios de difícil acesso estão prestando um papel grandioso na diminuição da mortalidade infantil e nas internações hospitalares.

O índice de mortalidade infantil também reflete essas ações, pois é resultado de saúde pública e saneamento básico. O Acre possuía uma taxa de mortalidade infantil de 19,06% em 2009, reduzindo para 13,96% em 2017, representando uma taxa de 26,9%. Em Rio Branco, a redução foi ainda mais expressiva: de 28% em 2000 para 12,8% em 2016, numa queda total de 54%.

O Hospital Regional do Alto Acre Wildy Viana, em Brasileia, também é um marco para o estado. “Essa obra não é voltada apenas para o hoje, mas é uma unidade que vai conseguir atender muito bem toda a população daquela regional pelos próximos 20 anos”, afirma Pinheiro.

Outra grande ação foi o desenvolvimento da Cidade do Povo, em Rio Branco. Os espaços públicos implementados no empreendimento completam um serviço de inclusão social para as mais de três mil famílias instaladas na nova comunidade. O conjunto habitacional dá uma nova oportunidade para aqueles que estavam vivendo em áreas de situação de risco, que alagavam todos os anos com as cheias do Rio Acre. Somente ali, estão sendo investidos mais de R$ 400 milhões.

Agência Notícias do Acre