Deputados se reúnem com servidores de cooperativa que estão há dois meses com salários atrasados

Servidores procuraram a Aleac para protestar contra o não pagamento de dois meses de salário por parte da Secretaria de Educação do Estado – Foto: Agência Aleac

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (PP), suspendeu a sessão desta quarta-feira (13) para que os funcionários da Cooperativa de Trabalho Autônomo em Serviços Gerais (Coopserge) fossem recebidos por uma comissão de deputados. Os servidores procuraram a casa legislativa para protestar contra o não pagamento de dois meses de salário (janeiro e fevereiro) por parte da Secretaria de Educação do Estado (SEE-AC).

Durante a reunião, que foi presidida pelo deputado Neném Almeida (SD), e pelo líder do governo na Aleac, deputado Gehlen Diniz (PP), José Roberto Araújo, superintendente da Cooperativa, ressaltou que os cooperados receberam o pagamento de outras secretarias. “A única que não dá resposta alguma é a Secretaria de Educação”, afirmou.

Segundo ele, muitos trabalhadores encontram-se na mesma situação, como zeladores, porteiros, merendeiras e outros. “Eu não sei o porquê dessa demora para pagar a gente. Para se ter uma ideia, a Secretaria de Saúde liberou o pagamento ontem, mas a Secretaria de Educação não libera de jeito nenhum”, disse.

A cooperada Raquel disse que está sobrevivendo da solidariedade de familiares e amigos. “Eu trabalho todos os dias para dar o sustento para a minha família e chegar no final do mês e não ter o dinheiro na conta é muito triste. Estou sobrevivendo de doações de amigos, nem dinheiro para pagar a conta de energia eu tenho. Nossa situação não é nada fácil. Eu sou uma trabalhadora, preciso receber”, frisou.

Após ouvir o relato dos servidores, o deputado Neném Almeida garantiu que a comissão se esforçará para resolver o problema. “Eu já passei por muitos apertos nessa vida, cheguei a passar fome, por isso sei de verdade do que vocês estão falando. Eu vou me dedicar para encontrar uma alternativa para o problema de vocês, eu sei que o governador irá se esforçar para resolver esse problema”, salientou.

O líder do governo, deputado Gehlen Diniz (PP), também apoiou a causa dos servidores. Disse ainda que entrou em contato com a Secretaria de Educação para entender melhor o caso.

“Primeiramente quero dizer que não medirei esforços para garantir o pagamento de vocês. Eu conversei com a equipe do setor financeiro da Secretaria de Educação e eles me informaram que 39 pagamentos foram feitos hoje. Disseram ainda que assim que a Coopserge repassar toda a documentação necessária o pagamento de vocês será devidamente realizado. É importante esclarecer que o problema não é dinheiro, assim que a empresa apresentar os documentos o pagamento será feito”, afirmou.

Os deputados Edvaldo Magalhães (PCdoB), Wagner Felipe (PR), Antônio Pedro (DEM), Jonas Lima (PT), Fagner Calegário (PV), Meire Serafim (MDB), Doutora Juliana (PRB) e Marcus Cavalcante (PTB) também participaram da reunião.

Agência Aleac

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *