Cerca de 14 mil famílias realizaram o sonho da casa própria na gestão Tião Viana

Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referente a 2017 aponta que mais de 68% dos brasileiros já possui casa própria. Mas, em meio à crise econômica que assola o país, o sonho de ter o próprio lar ainda é o objetivo desejado por milhões de pessoas.

Moradores da Cidade do Povo têm ainda acesso a áreas de esporte e lazer – Foto: Sérgio Vale

Sobretudo no Acre, ter a casa própria já é realidade para cerca de 14 mil famílias, como resultado da política habitacional desenvolvida na gestão do governador Tião Viana, que em oito anos tirou milhares de famílias de áreas de risco na capital e interior, consolidando a atual gestão como a que mais entregou casas populares em toda a história do Acre.

Nos próximos dias, o governo pretende entregar outras 52 casas no Loteamento Andirá, em Rio Branco, proporcionando um Natal com dignidade à dezenas de famílias, que terão um novo motivo para celebrar a data.

“Temos mais 52 casas para entregar aqui no Andirá, num investimento total de R$ 11 milhões assegurado para a conclusão das obras. E estamos deixando obras em andamento e recursos em caixa para garantir a entrega do restante até março [de 2019], ou antes. Isso encerra um ciclo de quase 14 mil casas entregues em nosso governo, a maior já feita no Acre. Ninguém conseguiu chegar à metade disso numa gestão e fizemos com muito orgulho, mudando a vida de pessoas que viviam à margem do básico”, destacou o governador Tião Viana, durante entrega de 36 novas Unidades no Loteamento Andirá, na última semana.

A aposentada Maria das Dores Santos, 60 anos, mora hoje na Cidade do Povo – Foto: Assessoria

Lucivania Ferreira foi uma das contempladas. “Quando eu estava com meu filho no hospital, olhei pra TV e vi uma matéria sobre uma entrega de casas. Então pedi a Deus que eu fosse uma beneficiada. E então quando me ligaram dizendo que eu tinha sido escolhida, meu coração chorou de emoção. Eu agradeço demais ao governador pelo que ele fez por todos nós”, conta.

A secretária de Habitação de Interesse Social, Janaína Guedes, explica que todas as casas que faltam ser entregues, num total de 152, encontram-se em execução e com os recursos em conta para seu término. “As chuvas podem atrasar esse processo, mas falta pouco para a conclusão do loteamento Andirá, que deixou de ser um problema e passa a representar a realização de um sonho para 344 famílias”, destaca a gestora.

Cidade do Povo

O mais completo empreendimento habitacional do Estado, a Cidade do Povo, é o maior exemplo do compromisso da atual gestão com a promoção da cidadania. Com infraestrutura completa, o bairro possui duas escolas de ensino fundamental e uma de ensino médio, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), duas creches, uma Unidade Básica de Saúde, um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), doze praças poliesportivas, mercado público, Centro de Educação Profissional, terminal de integração para ônibus, três postos policiais e um abrigo para viaturas, entre outros.

Uma realidade diferente daquela enfrentada por muitos moradores que antes de serem contemplados com suas casas viviam em áreas consideradas de risco. A aposentada Maria das Dores Santos, 60 anos, estava entre as vítimas da cheia histórica do Rio Acre, em 2015.

Natural de Boca do Acre (AM), ela morou 32 anos no bairro Cidade Nova, às margens do rio, na capital acreana. Em janeiro de 2017, foi removida da área de risco e contemplada com uma residência na Cidade do Povo.

“Quando chegou o tempo de eu mudar para cá, minha casinha antiga já estava nas últimas. Mas, graças a Deus, não tenho mais preocupação com alagação. Estou numa área muito calma. Aqui é tranquilo! Se quiser deixar toda a minha roupa no varal, posso deixar. Ninguém pega nada, essa quadra é abençoada por Deus. Eu amo meu cantinho!”, destaca Maria das Dores.

Agência Notícias do Acre